Hulk revela ameaças de árbitro e desabafa após empate do Atlético-MG

Hulk ficou bastante incomodado com as marcações de Rodolpho Toski Marques; em campo, Atlético ficou no empate com a Chape

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reproducao/Premiere

O atacante Hulk não ficou nada satisfeito com a atuação do árbitro Rodolpho Toski Marques, que comandou a partida entre Atlético e Chapecoense, realizada na noite desta segunda-feira (21), no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Após o jogo, Hulk deixou o gramado ao lado do trio de arbitragem. No trecho final das reclamações com Toski, o atacante deu a entender que foi ameaçado durante o duelo entre mineiros e catarinenses.

– A questão do árbitro é o que eu sempre falo: na Europa você tem diálogo com o árbitro, isso não é falta de respeito. Primeiro lance que eu driblo e chuto para fora, ele chega para mim e diz: “Isso que eu quero de você, Hulk, não caia”. Então estou caindo nos outros jogos? Eu sou o jogador que mais estou tomando pancada. E não reclamo. Todo mundo está vendo – disse ao Premiere.

Veja também: Mercado da Bola: Lateral do Atlético confirma saída nas redes sociais

– Aí vem falar para não cair? Depois, num lance ali, que falei que, para mim, não foi lance de amarelo. E ele diz que eu dei carrinho por trás. Se aquilo é amarelo, então, não tem futebol. Todo jogo é a mesma coisa, o árbitro chega e fala: “não caí, não cai”. Então estou caindo? Não estou tomando pancada? Pelo amor de Deus, já está virando marcação já – completou.

Com o resultado, o Galo fica em quinto lugar com 10 pontos. Agora, os comandados de Cuca focam no jogo contra o Ceará, marcado para a próxima quinta, às 19h, na Arena Castelão.

LEIA MAIS:

Mercado da Bola: Santos recebe proposta pela contratação de Marinho