Scott Brooks não chega a acordo e não é mais treinador dos Wizards

Nesta temporada, a última de Scott Brooks no comando do time, o Washington Wizards teve campanha 34-38, na 8ª posição da Conferência Leste

Luís Martinelli
Jornalista, fã de esportes americanos (NFL, NHL, MLB e NBA), futebol australiano e de fantasy sports. Criador dos @BlogNEJ, @BrasilFooty e @ViciadoFSports

Crédito: Divulgação/Washington Wizards

Após não conseguir assinar um novo acordo com o Washington Wizards, Scott Brooks deixa de ser treinador da equipe, segundo o jornalista da ESPN dos EUA Adrian Wojnarowski.

Pela primeira vez desde a temporada 2017-18 que Brooks leva os Wizards à pós-temporada. O seu vínculo com a franquia acabou após a eliminação para o Philadelphia 76ers, na 1ª rodada desses playoffs. Anteriormente neste mês, o general manager do Washington, Tommy Sheppard, afirmou que o time precisava avaliar o trabalho dele.

Em cinco temporadas pelo time da capital dos EUA, Scott Brooks teve 183 vitórias e 207 derrotas. Além disso, os Wizards foram à pós-temporada em três anos, atingindo a semifinal da Conferência Leste em 2016-17. Nesta temporada, a campanha do Washington Wizards foi de 34-38.

Anteriormente à saída de Brooks do Wizards, mais cinco times estão sem técnicos. São eles: Boston Celtics, Indiana Pacers, New Orleans Pelicans, Orlando Magic, Portland Trail Blazers, além do Washington Wizards.

Na carreira, Scott Brooks tem record 521-414 na temporada regular, enquanto soma 49 vitórias e 48 derrotas nos playoffs. Antes de assumir os Wizards, ele foi treinador do Oklahoma City Thunder por sete temporadas, chegando a ser finalista da NBA em 2011-12.

LEIA MAIS

Stan Van Gundy deixa de ser treinador dos Pelicans após uma temporada

Wizards perdem Bertans por 4 a 6 semanas

Philadelphia 76ers domina os Wizards e abre 2 a 0 na série