Wimbledon: governo autoriza, e final terá capacidade máxima no estádio

Decisões de Wimbledon poderão contar com até 15 mil pessoas

Lucas Ayres
Colaborador do Torcedores

Crédito: Al Bello / Getty Images

Nos esforços para se aproximar de uma “volta à normalidade”, o governo britânico autorizou o torneio de Wimbledon a operar com a capacidade máxima de público durante as finais.

As decisões das diferentes chaves do Grand Slam inglês estão marcadas para os dias 10 e 11 de julho e devem ser disputadas na quadra central do tradicional complexo do All England Lawn Tennis and Croquet Club, clube que recebe o torneio. O local pode comportar 15 mil pessoas.

As demais partidas de Wimbledon, no entanto, terão quadras preenchidas com apenas 50% de capacidade total. A edição de 2021 de Wimbledon, inclusive, começará uma semana antes do que sua data tradicional, isto é, na primeira semana de julho. O torneio começa, portanto, no dia 28 de junho.

Segundo o site Globoesporte.com, a medida faz parte de um plano mais amplo do governo britânico de reabertura, que conta com até 20 eventos, incluindo jogos da Eurocopa 2020.

LEIA MAIS

Wimbledon receberá torcedores em 2021

Os 1000 jogos de Serena Williams: admiração e lamento pelo fim próximo de um ícone

Em 4 horas de jogo, Djokovic faz história, vence Tsitsipas e conquista o bi em Roland Garros