Zagueiro do Corinthians, Danilo Avelar é acusado de racismo

Jogador do Timão estava em partida de CS:GO quando ofendeu jogador no chat

Lucas Silva
Jornalista | Fundador e editor-chefe do Saida Falsa | ADM no Athletic Club Brasil. Apaixonado pelo futebol americano desde 2008, sofro semanalmente com Corinthians, New Orleans Saints, Miami Heat e Edmonton Oilers.

Crédito: Danilo Avelar durante partida do Corinthians contra o Fortaleza, pelo Campeonato Brasileiro de 2020 (Alexandre Schneider/Getty Images)

O zagueiro do Corinthians Danilo Avelar, de acordo com prints no Twitter, teria cometido racismo durante partida de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO).
Sobretudo, o episódio ocorreu na noite de terça-feira (22). O jogador, sob o nome “D.A35”, teria dito “fih de rapariga preta” a um outro jogador.
A denúncia partiu de “obd”. De acordo com o denunciante, o caso aconteceu na plataforma Coliseum.
Danilo Avelar Corinthians
Em seguida, Danilo mudou seu nome na Steam e trancou informações de sua conta, impossibilitando que outros usuários pudessem reportar a conta para a plataforma.
Como resultado, a reação no Twitter foi de revolta por parte dos torcedores do Corinthians, muitos exigindo a saída do jogador.
Por outro lado, o jogador do clube alvinegro respondeu alguns posts dizendo que “estava em busca de mais informações” para poder dar sua versão. Ele deve se pronunciar na manhã de quarta-feira (23).
Danilo Avelar não joga desde outubro de 2020, quando sofreu uma ruptura no ligamento cruzado anterior. Por fim, o jogador tem contrato até dezembro de 2022.
VEJA TAMBÉM: