Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Atleta medalhista no remo de Tóquio quer voltar às Olimpíadas de 2024, mas no ciclismo

Remador alemão Jason Osborne levou a prata nas Olimpíadas de Tóquio e pense em voltar aos Jogos de Paris em outra modalidade

Mário André Monteiro
Jornalista com passagens por Portal iG, Fox Sports e Osasco Audax. Atualmente editor do Alemanha FC (http://www.alemanhafc.com.br). No Twitter: @alemao_mario e no Instagram: @marioalemao

Crédito: Bild / Reprodução

O objetivo de todo atleta é participar de Jogos Olímpicos e, se possível, conquistar uma medalha. Foi isso que aconteceu com o alemão Jason Osborne, que levou a prata no skiff duplo do remo de Tóquio 2020 ao lado de Jonathan Rommelmann.

Em entrevista ao Bild, Osborne exaltou a medalha de prata e avisou que pretende retornar nas próximas Olimpíadas, que serão disputadas na cidade de Paris, em 2004. Mas ele não pensa em disputar provas de remo.

O alemão deve mudar de esporte, virando ciclista. Em dezembro do ano passado, ele tornou-se campeão mundial de e-cycling (corrida virtual) de 50 quilômetros e se animou, querendo levar a prática ao mundo real.

“Eu gostaria de experimentar o ciclismo e ver o que acontece. Estou confiante de que vou encontrar uma equipe de corrida”, disse Osborne, de 26 anos de idade, que pretende seguir treinando no remo.

“São treinos em paralelo. Nosso treinamento diário consiste em remo e ciclismo. É por isso que eu não preciso mudar muito. Não pode descartar a possibilidade de que nós dois vamos seguir juntos no remo, vou deixar isso em aberto”.

Sobre disputar os Jogos Olímpicos Paris 2024 na competição de ciclismo, ele foi enfático: “Seria um sonho. Farei o possível”.

E MAIS

Confira as cinco marcas que o Brasil já superou nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Boxeador imita Mike Tyson e tenta morder orelha de rival durante luta nas Olimpíadas; assista

Chinês fatura ouro no levantamento de peso usando uma técnica nunca vista antes