Bastidores: Pressão por saída de diretor aumenta no Botafogo; conselheiros querem ídolo alvinegro como gerente de futebol

Contratado no início do ano, Eduardo Freeland tem trabalho contestado no Botafogo

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Vitor Silva/ Botafogo

Antes de mais nada, a derrota por 2 a 1 para o Brusque na Série B do Campeonato Brasileiro balançaram as estruturas do departamento de futebol do Botafogo. O Torcedores.com apurou que dirigentes próximos ao presidente Durcesio Mello cobram mudanças imediatas.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Ainda segundo apurou a reportagem, o mandatário alvinegro vem sendo pressionado para demitir o diretor executivo Eduardo Freeland. Afinal, Durcesio Mello sempre defendeu o trabalho do dirigente à frente do futebol do clube.

Contudo, o presidente se vê em situação desconfortável devido aos maus resultados do time nesta temporada. Caso banque a permanência do diretor, Durcesio Mello pode sua base de sustentação política desmoronar dentro do clube. Há o risco de debandada de alguns vices.

No entendimento do comando alvinegro, num momento de crise é natural que todos passem por avaliações. Mas a saída do diretor está descartada. O trabalho de Eduardo Freeland conta com admiração de Durcesio Mello, maior defensor do profissional.

Eduardo Freeland tem sido criticado por sua atuação no mercado da bola na busca por reforços. A maioria das contratações foram contestadas pela torcida. Além disso, a demora para se encontrar um substituto para Marcelo Chamusca vem irritando a todos no clube.

Após fracassar nas negociações com Dorival Júnior, Lisca e Vanderlei Luxemburgo, o dirigente criticado sobre a forma como conduziu as negociações. Internamente, o discurso é de que faltou ‘jogo de cintura’ para fechar com um medalhão para a sequência da temporada.

Clube cogita contratação de gerente de futebol

Para diminuir toda a pressão que Eduardo Freeland sofre, o Botafogo cogita contratar um gerente de futebol. Segundo apurou o Torcedores.com, correntes políticas tentam emplacar um ex-jogador com identificação com o clube para ser o elo de ligação entre elenco e diretoria.

Marcelo Gonçalves, zagueiro Campeão Brasileiro pelo Botafogo em 1995, teve o nome lembrado internamente por alguns dirigentes. Afinal, ele acumula experiência na função quando trabalhou no Avaí. Porém, o nome não empolgou e a ideia não será levada para frente.

LEIA MAIS: 

Botafogo espera anunciar novo técnico até segunda-feira; uruguaio é oferecido a diretoria 

Após negativas de Dorival, Lisca e Luxemburgo, ex-técnico do Cruzeiro vira opção para comandar o Botafogo 

Botafogo descarta Vanderlei Luxemburgo; saiba os pontos de discordância entre clube e treinador