Problemas com Gabigol? Marcos Braz fala sobre relação após Flamengo punir atacante

Vice-presidente do Flamengo citou que, às vezes, é necessário que ocorra “alguns ajustes” ao falar de Gabigol

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.Twitter: @rafaelbrayan_

Crédito: Alexandre Vidal/Flamengo

O atacante Gabigol foi punido pelo Flamengo neste fim de semana e ficou de fora da partida do clube rubro-negro contra a Chapecoense. O motivo da suspensão foi a falta do jogador em junho, em reapresentação em Curitiba, entre amistosos da seleção brasileira e a disputa da Copa América.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!


Leia mais: 

+ VAR no Brasileirão: Veja os times mais “prejudicados” e “favorecidos” após a 11ª rodada

+ Renato Gaúcho descarta “obrigação” por títulos e rivais relembram críticas ao Flamengo

+ Róger Guedes, Paulinho no Grêmio e goleiro Fábio: Veja acordos que podem ser concretizados


Nesta segunda-feira (12), em entrevista coletiva após a apresentação de Renato Gaúcho, Marcos Braz falou sobre possíveis problemas com o camisa 9 do Flamengo. Porém, o dirigente minimizou e relembrou o esforço que teve para comprar Gabigol em definitivo.

“A relação do Flamengo com o Gabigol sempre foi boa. Um atleta importantíssimo, artilheiro do clube, um ídolo. Mas, às vezes, dentro de um processo de relação, você precisa conter alguns ajustes. Tem algumas situações pontuais que podem dar uma interpretação de um possível problema”, iniciou.

“Mas não tem nenhum. O Gabi é um jogador que eu lutei muito para estar aqui, no convencimento de muitas pessoas que estão aqui. Não vai ser diferente. A relação dele comigo é boa, com o Bruno (Spindel, diretor de futebol) é boa”, completou Marcos Braz.

Em sua apresentação, o técnico Renato Gaúcho preferiu não comentar a punição. “Eu não estava aqui, não posso me meter. Prefiro não comentar. Até porque foi um acontecimento que eu estava longe das possibilidades de eu me meter, nem procurei direito saber o que aconteceu”, disse o treinador do Flamengo..