Cafu dispara após demissão de Ceni no Flamengo: ‘Ele foi fritado’

Renato Gaúcho assumiu o lugar de Rogério Ceni, demitido do Flamengo

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores.com.

Foto: Flamengo Rogério Ceni

A direção do Flamengo definiu no último final de semana a saída de Rogério Ceni. A pressão da torcida pelos últimos resultado e um polêmico áudio interno viralizar na mídia, o clube entendeu que seria melhor interromper o trabalho do ex-goleiro.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Na madrugada de sábado, o Flamengo anunciava sua decisão nas redes sociais, fato este que gerou muitas críticas pela maneira como os dirigentes conduziram toda a situação. Apesar dos três títulos conquistados, sendo um deles o Campeonato Brasileiro, Ceni não gozava de prestígio com os torcedores e parte da mídia.

Horas depois, o Flamengo já havia definido qual seria o alvo para o cargo de técnico. Livre no mercado desde a demissão no Grêmio, Renato Gaúcho fechou com o rubro-negro um contrato até o final deste ano. Ele, inclusive, já comanda a equipe diante do Defensa u Justicia, pelas oitavas de final da Libertadores da América.

Veja também: Renato Gaúcho indica primeira ‘contratação’ ao Flamengo

Pentacampeão do mundo, Cafu vê que Rogério Ceni foi fritado no clube carioca. Segundo ele, os números do treinador jogavam a seu favor desde que assumiu o Flamengo.

“Ele foi fritado, no meu ponto de vista. Não sei se pelo elenco, ele foi mandado embora… Que pressão da torcida? Vê os números do Rogério… põe os números dele, 61% de aproveitamento. Se vocês mandam o cara embora com 61% de aproveitamento, vocês querem que o treinador faça o quê?’, opinou Cafu em entrevista ao Arena SBT.

Rogério Ceni tinha contrato com o Flamengo até o final deste ano. O clube tentou um acordo pelo pagamento da multa, mas foi negado pelo treinador. Agora, o Rubro-Negro terá que desembolsar cerca de R$ 3 milhões.

LEIA MAIS:

Mercado da Bola: Além de Ceni, Flamengo define saída de lateral