Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Presidente do Corinthians admite interesse em Róger Guedes, informa que clube não tem um ‘plano B’ e dá detalhes sobre folha salarial

De acordo com Duilio Monteiro Alves, o atleta chegaria para resolver carência do ataque do Corinthians

Flavio Souza
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação / Shandong Taishan

Depois de um primeiro semestre sem contratações, o Corinthians é um dos clubes que vem se movimentando no Mercado da Bola brasileiro. Isso porque o Timão confirmou o retorno de Renato Augusto, além da contratação de Giuliano. Além disso, existe a questão envolvendo a possível vinda de Róger Guedes para a equipe paulista. Da mesma forma que aconteceu com Renato e Paulinho, Duilio Monteiro Alves, presidente do clube, esclareceu o caso.

“Sobre o Róger Guedes, existe o interesse do Corinthians. Isso é público, mas nada além disso. Tem contrato vigente com o clube da China, tenta a rescisão, mas não temos o que fazer até isso ser resolvido. Tomamos cuidado para não criar expectativa na torcida, temos o interesse, pretendemos contar com um jogador desse nível, mas a situação é complicada e longe de se tornar realidade”, afirmou o dirigente em entrevista à Rádio Capital.

Dinheiro para contratações

Duilio também explicou como o clube está conseguindo fazer contratações, mesmo com os problemas financeiros já conhecidos por parte do Corinthians.

“Ainda temos espaço previsto na folha, por isso o movimento de tentar o Róger Guedes. É uma posição vista como carente e ele é um grande atleta. A comissão técnica gosta dele. Não existe outra opção, não temos os problemas resolvidos. Então temos que continuar com a parte de responsabilidade para não cair no problema da folha acima do orçado novamente”.

Folha salarial do Corinthians

Por fim, Duilio deu mais informações da folha salarial do clube.

“Vou falar de números aproximados. Começamos o ano de 2021 com folha de R$ 14,5 milhões. Fizemos redução de R$ 4,5 milhões aproximadamente. Foram 17 atletas que saíram. Tivemos uma grande redução. Hoje temos uma folha de R$ 11,2 já com Renato e Giuliano. Para fazer isso, precisamos seguir nossos critérios. Ter responsabilidade de fazer tudo dentro do planejamento. Foi isso que nos deixou investir.”

LEIA MAIS:

Ídolo do Corinthians prega cautela contra o Flamengo: “se empatar, está ótimo”

Cássio prega respeito pelo Flamengo, mas afirma: “Temos que buscar a vitória”