Entenda como funciona o critério do “gol fora” nas principais competições

Com o anúncio da UEFA da abolição do chamado “gol qualificado” como método de desempate em suas competições, confira quais campeonatos seguem com o critério — e como ficam os confrontos dos Brasileiros da Libertadores e na Sul-Americana

Lucas Ayres
Colaborador do Torcedores

Você já deve ter ouvido falar que, em determinados jogos de futebol, o “gol fora de casa vale dois”. Apesar de não estar exatamente correta, a frase consegue definir bem o que é o critério dos gols qualificados, um dos mais usados e discutidos métodos de desempate em confrontos de mata-mata.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Ainda que faça parte do esporte há muito tempo, o “gol fora” volta à pauta toda vez que as grandes competições chegam em suas fases decisivas. O critério, afinal, é muitas vezes decisivo nos duelos, mudando rumo de partidas e influenciando diretamente as táticas e estratégias dos times.

Pois bem, dessa vez o gol qualificado voltou a ser assunto de maneira de diferente. Em junho a Uefa anunciou o fim do seu uso, válido desde 1965, em todas as suas competições. Em outras palavras, deixarão de ser usadas na Liga dos Campeões e na Liga Eurocopa já a partir da temporada 2021-22.

O anuncio foi recebido pela maioria da mídia esportiva europeia, que questionava a justiça do critério e os efeitos nos jogos, que estariam deixando as equipes mais defensivas. Até por aqui ela repercutiu, já que há um embate entre CBF e Conmebol sobre ela.

A entidade brasileira é contra o seu uso, tanto que em 2017 anunciou sua abolição da Copa do Brasil, seu principal torneio eliminatório. A instituição tenta, desde então, fazer com que o mesmo aconteça na Libertadores.

A organização que comanda o futebol sul-americano, no entanto, segue apoiando a regra do gol fora, que é válida durante as etapas classificatórias (as “prés”) e as eliminatórias (os mata-matas) da Liberta e também da Sul-Americana. Desde 2019, ao menos as duas copas têm finais únicas — o que eliminou uma polêmica para criar outra.

Como funciona a regra do gol fora

A chamada “regra do gol fora” nada mais é do que um critério de desempate. Em partidas de mata-mata de duas partidas, ela serve para determinar um vencedor em caso empate em resultados (um vitória para cada lado ou dois empates) e em número de gols marcados.

No caso, o time que fez mais gols como visitante, leva a vantagem. Em caso de empate nesse número também, os jogos vão para prorrogação ou pênaltis, dependendo da competição. Veja exemplos:

  • Ida: 1 x 0 para o time da casa (A)/ Volta: 2 x 1 para o time da casa (B) – Time “A” avança;
  • Ida: 1 x 1 na casa do time A/Volta: 0 x 0 na casa do time B – Time “B” avança;
  • Ida: 1 x 2 para o time visitante (B)/ Volta: 0 x 1 para o time visitante (A) – Time “B” avança.

Como dá para ver, tomar gols dentro de casa é um mal negócio com esse critério. As críticas a ele seriam de que o jogo, então, fica mais defensivo, já que o anfitrião se cuida para não tomar gols, enquanto os visitantes naturalmente jogam mais retraídos, ainda mais em partidas de mata-mata.

Como ficam os confrontos do brasileiros na Libertadores?

A discussão da regra do gol fora de casa deve seguir na Conmebol, ainda mais com o anúncio da Uefa. Até lá, porém, a Libertadores e Sul-Americana seguem com o critério valendo e sendo decisivo, pelo menos até a semifinal. Confira, então, como ficam os brasileiros nos confrontos em 2021:

  • Fluminense e Red Bull Bragantino: venceram fora de casa por 2 a 0 na ida das oitavas da Libertadores e da Sul-Americana, respectivamente. Podem perder por qualquer resultado, desde que por um gol de diferença; 0 x 2 contra levam os confronto para os pênaltis, 1 x 3 e equivalentes dão a classificação aos adversários;
  • São Pauloempatou por 1 a 1 no Morumbi na ida. Precisa de qualquer vitória ou empate com pelo menos dois gols de cada lado para se classificar diretamente. 0 a 0 e qualquer vitória dá Racing; 1 a 1 leva o confronto para a disputa de penalidades;
  • Palmeiras, Flamengo, Athletico-PR e Grêmiovenceram fora de casa por 1 a 0 na ida. Qualquer empate e qualquer vitória resultam na classificação dos Brasileiros, os dois primeiros pela Liberta, os dois últimos pela Sula. A derrota por 1 a 0 dá pênaltis; acima disso, a classificação fica com os adversários.

LEIA MAIS

Brasileirão, Série B e Copa do Brasil: futebol do Nordeste mostra sua força em 2021

Mercado da Bola: confira os campeões da Copa América e da Eurocopa que já trocaram de clube

Giuliano, Paulinho e Renato Augusto: qual a situação dos veteranos no Corinthians?