Giuliano, Paulinho e Renato Augusto: qual a situação dos veteranos no Corinthians?

Livres (ou quase isso) no mercado, meias já conversaram com o Timão e podem “elevar o patamar” da equipe para o restante da temporada

Lucas Ayres
Colaborador do Torcedores

Crédito: Buda Mendes/Getty Images

Paulinho e Renato Augusto são dois dos maiores representantes do enorme sucesso que foi a década de 2010 do Corinthians. Chega até ser curioso que ambos foram jogar na China e que só foram atuar juntos na seleção brasileira, e numa Copa do Mundo, ainda por cima, a de 2018.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Em 2021, porém, os dois podem fazer essa dupla dos sonhos do corintiano — ou melhor, um trio, com Giuliano. O meia, ex-Inter e Grêmio e que jogou com Paulinho e Renato na seleção, também está livre no mercado e, como os outros dois, também conversa com o Timão para fazer parte do “Bando de Loucos”.

Os três jogadores são, além de uma enorme oportunidade de mercado, parte do plano do Corinthians de elevar o patamar do seu elenco para a temporada. A ideia do clube, que sofre tanto com problemas financeiros como com a falta de talentos, é usar o seu momentâneo pequeno poder de investimento de maneira precisa.

Em outras palavras, o Timão enxerga os três veteranos como atletas para “vestir a camisa e jogar”, complementando um grupo bem servido de jovens jogadores mas de quase ou nenhum poder de decisão.

Mas o Corinthians pode contratar Paulinho, Renato Augusto e Giuliano? Quem tem prioridade? Quem está mais perto? Há concorrência? Confira o resumo da situação de cada um dos trio:

As negociações do Corinthians com os meias veteranos

Paulinho

A história entre Paulinho e Corinthians é a mais antiga, não só porque o jogador atuou antes pelo clube como começou a negociar com ele mais cedo neste ano. O nome do volante de 32 anos é veiculado ao Timão desde março, quando ele começou a treinar no Brasil para recuperar a forma, e de maneira mais intensa desde junho, quando rescindiu seu contrato com o Guangzhou Evergrande, da China.

O Alvinegro usa da história e da boa relação com o antigo camisa 8 para trazê-lo à equipe, apesar dos seus valores estarem um pouco acima. O time tem a concorrência do Grêmio e de equipes do Oriente Médio e da Europa, e aguarda a decisão do atleta, que revelou o desejo de tomar a decisão com “cautela”.

Renato Augusto

Renato Augusto, de 33 anos, encontra-se em uma situação curiosa com o Corinthians. É, ao mesmo tempo, o mais avançado nas negociações, mas o mais longe de um acerto. Explicamos: o meia já teve uma reunião com o Timão e alinhou suas expectativas e já estaria até procurando casa em São Paulo.

A questão é que o também antigo camisa 8 ainda não está completamente livre no mercado. Ainda que já seja certo que não continuará no Beijing Guoan, da China, ele ainda tem contrato com o clube. O “detalhe” afasta momentaneamente o time paulista da negociação, que aguarda a rescisão de Renato para fechar de vez.

Giuliano

O nome de Giuliano surgiu rapidamente no mercado brasileiro quando este rescindiu seu contrato com o
Instambul Basaksehir, seu último clube, e ficou livre para assinar com qualquer outra equipe. Internacional e Grêmio, duas de suas ex-equipes, surgiram rapidamente como destinos possíveis.

Só que o Corinthians, aparentemente, foi ainda mais rápido para trazer Giuliano. Segundo o site “ge.com” o Timão já acertou os detalhes e pode inclusive anunciar o meia na semana que vem. Aos 31 anos, o meia não impediria a contratação de Renato Augusto mas pode, eventualmente, inviabilizar a vinda de Paulinho ao clube.

LEIA MAIS

Corinthians: negociação com Giuliano não atrapalha andamento de negócio por Renato Augusto

Mercado da bola: Com ‘sim’ de Sylvinho, Flamengo ganha concorrência do Corinthians para contratar meia ex-seleção

Mercado da bola: Renato Gaúcho é avisado que não terá reforço pedido pela torcida

Brasileirão, Série B e Copa do Brasil: futebol do Nordeste mostra sua força em 2021