Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Daniel Alves avalia classificação do Brasil nas Olimpíadas: “Faltou caprichar um pouco mais”

Capitão do Brasil admitiu que o time pecou nas finalizações contra o Egito

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Lucas Figueiredo/CBF

Apesar do domínio na maior parte do jogo, o Brasil se viu em risco na reta final do confronto diante do Japão. Isso porque o time de André Jardine só conseguiu furar a defesa adversárias apenas uma vez, com Matheus Cunha. Sendo assim, após o apito final, Daniel Alves avaliou que faltou caprichar mais nas finalizações para um placar mais elástico ser construído.

“Podia ter sido mais largo (o placar). Podíamos ter caprichado um pouco mais. Mas não existe jogo fácil. Sempre tem que trabalhar muito nos jogos, as equipes evoluíram muito, têm criado dificuldades, mas nenhum momento o jogo ficou perigoso. As situações claras foram todas nossas. O placar acabou sendo um pouco injusto pelas chances que criamos”, declarou à “TV Globo”.

Além disso, Daniel Alves ressaltou que é necessário ter um equilíbrio para que o Brasil tenha êxito em Tóquio. Aos 38 anos, o lateral-direito está ciente do seu papel em campo e vem sendo um dos líderes da equipe na busca pelo segundo ouro olímpico.

“O segredo é o equilíbrio, sempre foi. Na vida, em tudo. É importante termos essa equipe sólida, numa competição tão curta. Acho que a solidez defensiva marca muito. A gente tem que ajustar um detalhe e outro, mas estamos de parabéns”, completou.

LEIA MAIS