Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Eliminados pelo Atlético-MG, Boca perde voo e jogadores serão processados no Brasil

Argentinos foram identificados nas imagens da confusão e responderão por crime contra o patrimonio e lesão corporal

Matheus D'Avila
Colaborador do Torcedores

Crédito: Pedro Souza / Atlético

Após serem eliminados na Libertadores da América para o Atlético-MG, a delegação do Boca Júniors protagonizou cenas lamentáveis no Mineirão. Inconformados pelas decisões da arbitragem, em especial pelo gol anulado no jogo, jogadores e membros da comissão técnica iniciaram uma confusão nos bastidores. Como resultado, responderão por crime contra o patrimônio. Os envolvidos precisaram prestar depoimentos em uma delegacia de Belo Horizonte e ainda serão ouvidos ao longo da quarta-feira.

Conforme os relatos da Polícia Militar, o delegado da partida sofreu agressões. Por isso, oito membros da delegação argentina também responderão por lesão corporal. Identificados pelas câmeras de segurança do estádio, jogadores e membros da comissão técnica foram gravados depredando as estruturas internas do local. As imagens mostram a tentativa dos seguranças de criar com grades uma divisão para a passagem dos jogadores. Porém, os argentinos arrancaram as proteções e jogaram contra os profissionais presentes.

Até o momento foram identificados o goleiro Javier Garcia, os zagueiros Carlos Zambrano, Carlos Izquierdoz e Marcos Rojo e o atacante Sebastián Villa. Também foram reconhecidos o preparador de goleiros Fernando Gayoso, o auxiliar Leandro Somoza e o dirigente Raul Cascin. Por conta da ação da PM mineira, que impediu a saída do ônibus do Boca do local para que o trabalho de identificação fosse realizado, a equipe perdeu o voo de volta para Buenos Aires. Por decisão do treinador, Miguel Ángel Russo, o grupo só regressará para a Argentina quando todos os envolvidos forem liberados da delegacia onde prestam depoimento.

Os seguranças agredidos no estádio serão ouvidos pela polícia nesta quarta-feira. Logo, também passarão por exame de corpo de delito.

LEIA MAIS:

As melhores notícias de esportes, direto para você

 

Áudio do VAR revela o que fez o árbitro invalidar gol do Boca contra o Atlético-MG

Foto de Nacho rende punição ao Atlético-MG na Libertadores