Empresário revela detalhe que frustra sonhos do Grêmio no mercado de transferências

Luiz Adriano e Paulinho são jogadores de altos salários e isso é considerado um grande problema para um acordo

Matheus D'Avila
Colaborador do Torcedores

Crédito: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O Grêmio tem dois objetivos no mercado de transferências: um meio-campista e um centroavante. Os nomes sonhados pela direção e contactados até agora também são dois: Paulinho e Luiz Adriano. Porém, contratar esses jogadores está ficando cada vez mais distante. Conforme informação divulgada no programa Donos da Bola RS, um empresário, destacado pelos gremistas para buscar fechar as contratações, confirmou que os valores são “impagáveis” para o clube.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

O caso Luiz Adriano

Nome pedido por Felipão para o comando de ataque, Luiz Adriano divide opiniões no Palmeiras. De acordo com fontes ligadas ao clube, o técnico Abel Ferreira aceitaria a liberação do jogador. Contudo, os dirigentes não possuem o interesse na negociação e rechaçam qualquer possibilidade.

Luiz Adriano tem interesse na transferência para Porto Alegre. Em 2020, chegou a ter uma negociação avançada com os gremistas. Entretanto, agora, os valores pedidos assustaram o intermediário que representa o Grêmio. Conforme os relatos, o jogador de 34 anos quer algo próximo a R$1 milhão por mês para jogar na Arena.

Paulinho com cabeça na Europa

Considerado a prioridade do treinador, Paulinho não aceita discutir contrato com qualquer clube brasileiro porque aguarda ofertas da Europa. Recentemente, o volante recusou ofertas de mercados periféricos porque sonha em voltar para uma grande liga. Se não acertar no mercado internacional, avaliará as ofertas brasileiras.

Como já divulgado no Torcedores, o desenho do contrato definido pelo Grêmio já está feito. Caso seja costurado com Paulinho, tornaria o volante de 32 anos o segundo maior salário do elenco. A oferta é de R$1,2 milhão por mês, só menor do que Douglas Costa pode receber em Porto Alegre ao cumprir todas as metas do contrato. Ou seja, R$1,5 milhão. O problema é que os valores especulados são superiores ao que os gaúchos estão dispostos a pagar.

LEIA MAIS:

Grêmio tem proposta definida por Paulinho e jogador pode ser o segundo maior salário do clube