Medalhas e pós-guerra: Como foi a estreia do Brasil em Olimpíadas

Estreia do Brasil em Olimpíadas é marcada por um mundo em reestruturação após a Primeira Guerra Mundial; país conquistou três medalhas

Carolina Alberti
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/ Twitter Time Brasil

A estreia do Brasil em Olimpíadas aconteceu a 101 anos, nos Jogos da Antuérpia 1920, e rendeu bons frutos. Em outras palavras, foi na cidade belga que o país conquistou suas primeiras medalhas, todas no tiro esportivo.

Apesar dos louros das três medalhas, a primeira delegação verde-amarela sofreu para chegar à Bélgica. Isso porque os 21 atletas que embarcaram no navio Curvello rumo às Olimpíadas, por planejamento tardio, foram alocados na terceira classe.

Além disso, quando o navio aportou em Portugal, notou-se que a delegação brasileira não chegaria à Antuérpia a tempo. O jeito foi terminar o percurso de trem, em vagões descobertos e debaixo de chuva.

Para completar, os brasileiros foram roubados durante parada em Bruxelas (BEL), e precisaram pedir equipamentos emprestados para os norte-americanos.

As medalhas de ouro, prata e bronze no tiro esportivos devem-se, além da boa pontaria, aos 50 alvos, mil cartuchos calibre 38 e mil calibre 22 doados.

Retorno após Primeira Guerra Mundial

A sexta edição olímpica também marcou a volta da competição após a Primeira Guerra Mundial. Isso porque os Jogos de Berlim 1916 foram cancelados em decorrência da guerra.

Segundo o COI, “os Jogos de 1920 foram atribuídos à Antuérpia em homenagem ao sofrimento do povo belga durante a guerra”.

Em meio a uma Europa destruída pela guerra, os belgas tiveram um ano, e pouco dinheiro, para organizar os Jogos. Mesmo assim, eles entraram para a história pelas estreias da bandeira e aros olímpicos. O juramento dos atletas também debutou na Antuérpia.

Após anos de guerra, a bandeira branca com os cinco aros, idealizada por Pierre de Coubertin, aparece como símbolo da união dos continentes em prol do esporte.

Apesar deste sentimento, os países derrotados da Primeira Guerra Mundial, como a Alemanha, foram excluídos dos Jogos da Antuérpia.

Ao todo, a competição contou com 2.626 atletas (65 mulheres e 2.561 homens) de 29 países diferentes.

LEIA MAIS

POR PANDEMIA, BRASIL TERÁ DELEGAÇÃO MENOR EM ABERTURA

RICHARLISON CELEBRA PRIMEIRO HAT-TRICK NA CARREIRA: ‘NOITE INESQUECÍVEL’