Libertadores: Fluminense resolve no 2º tempo, bate o Cerro e encaminha vaga

Com grande atuação de Nenê, Tricolor carioca fez 2 a 0 e fica em grande vantagem para a partida de volta, que será disputada na próxima terça-feira (20)

Lucas Ayres
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/Lucas Merçon/Fluminense F.C

O Fluminense começou o mata-mata da Libertadores 2021 em grande estilo. O clube venceu o Cerro Porteño nesta terça-feira (13), fora de casa, na partida de ida das oitavas de final. Os gols foram marcados por Nenê e Egídio.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

O placar só foi movimentado no segundo tempo, a partir da entrada do ponta Luiz Henrique, que “botou fogo” no jogo e de uma atuação sólida de Nenê. A vantagem podia ser ainda maior, não fossem as chances claras perdidas por Cazares e Lucca, esta já no finalzinho.

O confronto será decidido só na semana que vem. A partida da volta está marcada para a próxima terça-feira (20), novamente as 19:15, só que no Maracanã. Antes, o Fluminense recebe o Grêmio, às 21h do sábado (17), pela 12ª rodada do Brasileirão.

O Cerro Porteño também tem um compromisso pelo seu campeonato nacional antes da segunda partida das oitavas da Libertadores. O time visita o Sportivo Luqueño, só que na sexta-feira, as 20h. Os paraguaios precisam vencer por três gols de diferença para avançarem de maneira direta para as quartas de final.

Os gols de Cerro Porteño x Fluminense

O gol que abriu o placar saiu só no segundo tempo. Mas no comecinho. Com três minutos da etapa final, Luiz Henrique recebeu a bola na direita, foi para o mano a mano e cruzou rasteiro. Abel Hernández não conseguiu dominar, a bola sobrou para Caio Paulista, que ajeitou para trás para Nenê. O “vovô” chegou batendo forte da entrada da área e a bola morreu no canto esquerdo do goleiro Jean.

Doze minutos depois, aos 15, o Flu aumentou a vantagem. Em troca de passes muito rápida, Nenê recebeu na ponta esquerda e jogou rasteiro para a área. A bola foi para Caio Paulista, que dominou, armou o chute e foi desarmado. Só que a bola sobrou para Egídio, na quina da pequena área, que soltou o pé no lado direito do goleiro e estufou as redes.

Ficha do jogo Cerro Porteño x Fluminense

Cerro Porteño (4-4-2): Jean; Espínola, Duarte, Delvalle e Rodríguez; Carrascal (Bobadilla), Villasanti, Mateus Gonçalves (Giménez), Aquino; Robert Morales (Martínez) e Boselli (Fariña). Técnico: Chique Arce

Fluminense (4-2-3-1): Marcos Felipe; Samuel Xavier, Manoel, Luccas Claro e Egídio; André (Wellington) e Yago Felipe; Caio Paulista (Kayky), Nenê (Cazares) e Gabriel Teixeira (Luiz Henrique); Abel Hernández (Lucca). TécnicoRoger Machado

Gols: Nenê, 3′ 2T; Egídio, 15′ 2T;

Gol Nenê:

Gol Egídio:

LEIA MAIS

Fluminense: Lenda do clube, Romerito relembra sua estreia contra o Cerro

Palmeiras e Fluminense são os clubes com mais jogadores que já completaram sete jogos e não podem trocar de time no Brasileirão

Mercado da Bola: destaque da Copa América entra na mira de gigantes europeus