Goiás demite técnico Pintado após divergências com a diretoria; entenda

Goiás optou por demitir o técnico Pintado nesta manhã depois do empate contra o Londrina; atuações ruins e desgaste interno foram os motivos da demissão

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: Divulgação/Goiás

O Goiás confirmou neste domingo (14) a demissão do técnico Pintado e de toda sua comissão técnica, após empate contra o Londrina, lanterna da Série B, na 13ª rodada do campeonato.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

A campanha do Goiás é considerada boa na Série B. Comandando a equipe em 12 partidas, Pintado conseguiu cinco vitórias, cinco empates e apenas duas derrotas durante a gestão do técnico.

Com aproveitamento de 55% na segunda divisão, o Goiás fecha o G4 com 20 pontos conquistados, conseguindo vaga para a Série A neste momento. Mesmo assim, o bom retrospecto acabou sendo ofuscado por problemas internos da diretoria do clube esmeraldino.

De acordo com a imprensa local, a relação de Pintado e sua comissão técnica com a diretoria não era saudável. Por isso, mesmo tendo prometido em entrevista coletiva que faria mudanças na equipe para a próxima rodada, acabou sendo demitido.

O principal nome do Goiás que estaria ligado à demissão de Pintado seria o de Halié Pinheiro, presidente do Conselho Deliberativo do clube e um dos nomes mais influentes na política do esmeraldino.

Além de atuações fracas contra Náutico e Vitória nos jogos recentes, as substituições durante os jogos, postura defensiva no segundo tempo das partidas em geral e a mudança do nome do atacante Índio para Eduardo contra o Vitória, considerado pelo técnico como uma estratégia para “confundir o adversário”, irritaram bastante setores da imprensa e diretoria.

Com isso, o Goiás poderá contratar apenas mais um técnico na Série B. Enquanto isso, Glauber Ramos comandará a equipe interinamente. O próximo adversário na competição será o Botafogo, que também está sem técnico, às 19h da próxima terça-feira (20), no Rio de Janeiro.

LEIA MAIS