Longe de parar! Aos 43 anos, Buffon diz que pode jogar em alto nível por mais 5 anos

Experiente goleiro italiano Gianluigi Buffon vai jogar no Parma e não pensa em aposentadoria tão cedo

Mário André Monteiro
Jornalista com passagens por Portal iG, Fox Sports e Osasco Audax. Atualmente editor do Alemanha FC (http://www.alemanhafc.com.br). No Twitter: @alemao_mario e no Instagram: @marioalemao

Crédito: Divulgação / Parma

No auge dos seus 43 anos de idade, o goleiro italiano Gianluigi Buffon avisou que sua aposentadoria dos gramados ainda está longe de acontecer.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Buffon retornou ao Parma, clube pelo qual foi revelado lá em 1995, e disse em entrevista à Sky Itália que tem planos de atuar em alto nível até perto dos 50 anos de idade.

“Na minha idade, não tenho dúvidas sobre ter bom desempenho como goleiro. Tenho certeza que posso jogar bem nos próximos quatro ou cinco anos. Tenho certeza porque tenho as motivações certas”, disse o arqueiro.

“Se você não está motivado, então você pode ter dúvidas. Aí eu me arriscaria a deixar uma má impressão. Mas não foi o que pensei quando escolhi o Parma“, comentou.

Lembrando que Buffon assinou com o Parma por duas temporadas.

Carreira de sucesso

Depois de ficar seis anos no Parma, Buffon se transferiu para Juventus em 2001, permanecendo na Velha Senhora até 2018, quando se aventurou no PSG, da França. O goleiro voltou para Juve em 2019 e, agora, retornou ao seu primeiro clube.

E são muitos os títulos conquistados: 10 Campeonatos Italianos, 6 Copas da Itália, 7 Supercopas da Itália, 1 Copa da Uefa, 1 Campeonato Francês e 1 Supercopa da França. Falta ainda uma conquista da Champions League.

Pela seleção italiana, Buffon fez 176 partidas. Ele foi o goleiro titular da Azzurra campeã da Copa do Mundo de 2006.

E MAIS:

Tempos de 30 min, lateral com os pés, substituições ilimitadas… Fifa testa novas regras do futebol

Mercado da bola: Tevez pode repensar sua aposentadoria após interesse de três clubes

Mercado da bola: Sem querer, Verratti anuncia mais um reforço de peso para o PSG

Ribéry pode voltar ao futebol alemão, mas não para atuar no Bayern de Munique