Messi bate recorde de Cristiano Ronaldo e tem a foto do esporte mais curtida da história

Melhor jogador, artilheiro e líder de assistências da Copa América, Messi conquistou o primeiro título por sua seleção

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Twitter: @PaulFoles

Crédito: Foto: Divulgação/Copa América

Lionel Messi e Cristiano Ronaldo são os dois maiores recordistas e vencedores da atual geração no futebol. Além de tudo que conquistaram dentro de campo, os dois astros também disputam recordes fora dos gramados. Após vencer a Copa América com a Argentina, o camisa 10 do Barcelona bateu a marca do português e se tornou o detentor da foto de esporte mais curtida da história do Instagram.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Protagonista na campanha do título, ele postou no dia 10 de julho uma foto abraçando o troféu. Mais de 20 milhões de pessoas deixaram o seu ‘like’ na publicação, ultrapassando de longe o maior número de ‘likes’ anterior, que pertencia a Cristiano Ronaldo.

A conta oficial do Barcelona logo exaltou o recorde de Messi, mesmo ele não tendo renovado o contrato e ainda estando sem clube oficialmente. “A foto de esporte com mais ‘curtidas’ da história do Instagram”, diz a publicação.

Portanto, Cristiano Ronaldo e Messi têm os dois maiores números de curtidas. A publicação do camisa 7 da Juventus que tinha o recorde era uma foto na despedida de Diego Maradona, que faleceu ano passado. Ao todo foram 19,8 milhões de ‘likes’.

O camisa 10 fez grande Copa América. Ele foi eleito o melhor jogador, o artilheiro (4 gols) e o líder de assistências (5). Após ótima temporada, o argentino é um dos favoritos ao prêmio de Bola de Ouro da temporada.

LEIA MAIS:

Messi favorito à Bola de Ouro? veja quem são os principais candidatos ao prêmio
Mercado da Bola: PSG desiste da contratação de Lionel Messi
Messi e Cristiano Ronaldo terminam como artilheiros da Copa América e da Eurocopa
Neymar revela o que disse para Messi após a final da Copa América e exalta o argentino: “Esse cara é f…”