Renato Gaúcho enaltece Gabigol após vitória do Flamengo, mas avisa: “Vou cobrar sempre dele”

Autor de três gols na vitória do Flamengo contra o Bahia, Gabigol é muito elogiado pelo treinador em entrevista coletiva após o jogo

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Twitter: @PaulFoles

Crédito: Foto: Divulgação/Flamengo

Gabigol marcou três gols na vitória do Flamengo por 5 a 0 contra o Bahia neste domingo (18). Estreando no comando do clube no Brasileirão, Renato Gaúcho encheu o camisa 9 de elogios, mas ressaltou que sempre vai cobrar dele.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

“O Gabriel dispensa comentários. É um jogador já consagrado com a camisa do Flamengo, tem feito muitos gols, ajudado a dar títulos. É jogador de seleção brasileira. Tem importância muito grande. Fez uma grande apresentação juntamente com os demais companheiros. Vou cobrar sempre dele. Pela qualidade dele, precisa nos ajudar sempre, em todos os jogos. Hoje fez o papel dele e nos ajudou a conquistar uma vitória importante”, ressaltou o treinador.

Gabigol segue quebrando marcas no Flamengo. Com as três bolas na rede, ele chegou a 42 gols pelo Rubro-Negro em Campeonatos Brasileiro. Com isso, ultrapassou Bebeto na lista histórica e se tornou o segundo maior artilheiro do clube na história da competição, atrás apenas de Zico.

O próximo jogo do Fla é contra o Defensa y Justicia, na quarta-feira (21), em duelo válido pela volta das oitavas de final da Copa Libertadores da América, no Maracanã.

Renato Gaúcho faz brincadeira com Gabi

“Hoje o Gabriel nos ajudou bastante. Desde que cheguei ele tem me perguntado sobre o DVD. A resposta é sempre a mesma: ele ainda não está preparado para ver o meu DVD. Eu já falei para ele: “Você é um grande jogador, de nível de seleção brasileira, mas se for ver meu DVD, vai querer fazer isso em campo e vai se atrapalhar. Continua fazendo os gols, que você tem nos ajudado bastante”.

LEIA MAIS:

Renato Gaúcho enaltece Flamengo e avisa: “Tentaremos o mesmo na quarta”