Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Santos vence Athletico-PR na Vila Belmiro e entra no G6 do Brasileirão

Santos conseguiu uma atuação muito positiva no primeiro tempo e contou com gol contra para vencer o Athletico-PR na Vila Belmiro

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.
Santos Santos 2-1 Club Athletico Paranaense Athletico-PR
Brasileirão 2021 - 10ª Rodada

Abrindo a 10ª rodada do Brasileirão 2021, o Santos venceu o Athletico-PR nesta terça-feira (6) por 2 a 1 na Vila Belmiro.

Foi bem movimentado o primeiro tempo da partida, com 20 finalizações no total (14-8). O Santos foi melhor na maior parte do tempo, conseguiu oito chutes no alvo e saiu na frente com Marcos Guilherme. Porém, o Athletico empatou antes do intervalo com Renato Kayzer, em assistência de Matheus Babi.

No segundo tempo, a intensidade caiu consideravelmente e faltou criação para as duas equipes. O Santos voltou a ficar em vantagem no gol contra de Zé Ivaldo. O Athletico tentou buscar o empate no restante do jogo e teve uma chance incrível no final, mas não conseguiu buscar o resultado.

Com a vitória, o Santos chegou a 15  pontos, ocupando a 5ª colocação na tabela do Brasileirão. O Athletico-PR seguiu com 19 pontos na vice-liderança, mas pode ser ultrapassado por Palmeiras e Atlético-MG até o fim da rodada.

Na próxima rodada, o Santos terá pela frente, no Allianz Parque, o clássico contra o Palmeiras, na reedição da decisão da última Conmebol Libertadores (10/07, 16h30). O Athletico-PR receberá o RB Bragantino (10/07, 17h).

Primeiro tempo

O Santos passou a maior parte da primeira etapa controlando as ações e tendo a posse de bola por maior tempo. Na primeira jogada da partia, Lucas Braga chegou na área e pediu pênalti. O VAR analisou, mas mandou o jogo seguir.

Retomando a posse de bola no meio-campo, o Athletico chegou com perigo aos 9′ em bola dividida pelo alto com Matheus Babi, passando pela marcação e cabeceando para fora.

Babi voltou a ter oportunidade dois minutos depois após boa trama pelo lado esquerdo, aproveitando cruzamento de Abner. Ao receber sozinho, bateu de primeira e jogou para fora do gol.

Depois de trocar muitos passes na intermediária, o Santos enfim ameaçou o adversário aos 16′ no cruzamento de Jean Mota que terminou em jogada de velocidade para Marcos Guilherme finalizar e parar no goleiro Santos.

Gabriel Pirani também chegou bem para o primeiro tempo com duas chances consecutivas, aos 18′ em chute fora da área (defendida por Santos) e aos 29′ em bola enfiada que acabou saindo. Porém, o Santos estava cada vez mais ganhando campo e o gol parecia cada vez mais perto.

Enfim, aos 30′ do primeiro tempo, a equipe santista abriu o placar. Marinho tentou a jogada individual pela intermediária e arriscou um forte chute. Santos defendeu, mas deu rebote. Madson jogou a bola no meio da área e Marcos Guilherme chutou firme para concluir.

Depois do gol, a intensidade diminuiu e tudo indicava que o placar do intervalo seria a vitória parcial do Santos por 1 a 0. Porém, Abner ganhou a disputa pela bola no alto, Vitinho cruzou na esquerda e Canesin completou na primeira trave, aos 45′ do primeiro tempo, no primeiro chute a gol dos visitantes.

 

Segundo tempo

O 2º tempo começou com o Santos tentou criar mais para cima do Athletico, mas o placar rapidamente foi movimentado de forma bastante inusitada.

Em jogada trabalhada pela esquerda, Pirani recebeu de Lucas Braga pela esquerda dentro da grande área. Na finalização, acabou chutando muito fraco e a bola desviou em Richard. Entretanto, o zagueiro Zé Ivaldo se complicou e acabou marcando o gol contra, deixando 2 a 1 a favor do Santos.

Tentando melhorar a construção ofensiva da equipe, António Oliveira fez três alterações com as entradas de Nikão, Khellven e Terans nos lugares de Zé Ivaldo, Marcinho e Canesin. Posteriormente, entraram Léo Cittadini e Kayzer nos lugares de Christian e Matheus Babi

Apesar das alterações, o Athletico seguiu travado pelo Santos e com muita pouca criação, em um jogo que caiu bastante de intensidade no segundo tempo. Aos 24′, numa rara tentativa, Nikão recebeu na entrada da grande área e acabou isolando muito.

Em outra oportunidade rara, a equipe paranaense quase empatou com Terans aos 34′, recebendo excelente passe pelo alto e conseguir chutar firme, mas a bola acabou saindo.

O final do jogo ficou marcado por uma confusão dentro da área. Já nos acréscimos, Thiago Heleno parecia ter tocado com a mão na bola e o árbitro deu pênalti. Porém, o VAR anulou e o jogo seguiu.

Na chance final do jogo, Renato Kayzer não conseguiu aproveitar a bola alçada na área e, com liberdade pela esquerda da grande área, isolou e desperdiçou o empate.

 

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2-1 ATHLETICO-PR

Data: 06/07/2021, 19:30
Estádio: Vila Belmiro
Árbitro: Vinicius Gomes do Amara

Gols: 1T 31′ Marcos Guilherme (Santos); 1T 45′ Canesin (Athletico); 2T 5′ Zé Ivaldo (gol contra – Santos)

Substituições – Santos: Carlos Sánchez (Pirani); Kevin (Lucas Braga); Marcos Leandro (M.Guilherme); Ângelo (Marinho); Vinicius Balieiro (Jean Mota)

Substituições – Athletico: Terans (Canesin); Khellven (Marcinho); Nikão (Zé Ivaldo); Cittadini (Christian); Renato Kayzer (M.Babi)

Santos (4-1-4-1): João Paulo; Madson, Luiz Felipe, Kaiky, Moraes; Camacho; Marinho, Pirani, Jean Mota, Lucas Braga; Marcos Guilherme. Técnico: Fernando Diniz

Athletico-PR (3-4-2-1): Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno, Zé Ivaldo; Marcinho, Richard, Christian, Abner Vinícius; Canesin, Vitinho; Matheus Babi. Técnico: António Oliveira

LEIA MAIS