VAR na Série B: Presidente de clube revela promessa da CBF

Brasileirão da segunda divisão seria o próximo contemplado com a presença do recurso tecnológico

Cido Vieira
Jornalista formado e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com desde o ano de 2017, já acumulei diversas funções no site e atualmente me dedico a cobertura do futebol nordestino. No Twitter (@cidovieira90)

Crédito: Divulgação - CBF

O segundo turno da Série B pode apresentar novidades nas partidas. Presidente do Avaí e da Associação Brasileira de Clubes de Futebol, Francisco Battistotti, revelou que a CBF prometeu trazer o VAR para a disputa do certame ainda nesta temporada.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Segundo Battistotti, a entidade sinalizou que o recurso tecnológico presente na elite do Brasileirão e na Copa do Brasil, já deve estar presente na segunda metade da Série B desta temporada. A informação já havia sido sinalizada pelo comentarista da CBN Diário, Roberto Alves.

Participando do programa “Marcou no Esporte”, Battistotti disse que a Associação de Clubes obteve novos recursos, e que já está se movimentando para adiantar ainda mais a utilização do árbitro de vídeo na competição.

“Quando nós começamos a formar a associação, era no intuito de aumentar a venda do nosso produto e buscar mais recursos para os clubes da associação. Conseguimos, da CBF, 3 milhões a mais por clube. Conseguimos o reembolso do valor da logística. Conseguimos também que o VAR venha a acontecer a partir do segundo turno da Série B. Vamos tentar antecipar antes do segundo turno. A promessa da CBF, para mim, já retificada quando fui à final da Copa América, foi de que estavam acertando o VAR para o segundo turno”, afirmou o dirigente.

O mandatário do Avaí ainda enfatizou a necessidade de que os custos com o VAR sejam reduzidos conforme a realidade dos times da segunda divisão nacional.

“Se a proporção do VAR é 50 mil reais para a Série A, e a proporção de receita da Série B é de 10x menos do que a primeira divisão, também quero reduzir o valor do VAR. Quero reduzir nessa proporção ou que seja de graça”, pontuou Battistotti.

LEIA MAIS: