Tchê Tchê fica perto de meta e Atlético pagará ao São Paulo; veja o valor

Emprestado pelo São Paulo, Tchê Tchê é titular no Atlético de Cuca

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgacao/Atlético

Indicado por Cuca, Tchê Tchê foi o quarto reforço do Atlético para esta temporada. Após um início complicado no Galo, onde recebeu muitas críticas da torcida, agora o volante é nome certo entre os titulares da equipe. O compromisso com o São Paulo tem duração de 14 meses e se encerra em maio de 2022.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

No acordo, há um gatilho que foi acertado entre os clubes. O Atlético terá que desembolsar R$ 500 mil se Tchê Tchê completar 25 partidas oficiais com a camisa alvinegra. A meta poderá ser alcançada já na próxima semana, quando a equipe mineira recebe o Boca Juniors, pela Libertadores da América.

Segundo UOL Esporte, o pagamento pelo número de jogos será abatido em caso de permanência definitiva de Tchê Tchê. Caso o Atlético decida exercer o direito de compra, precisará pagar cerca de 3,5 milhões de euros (R$ 23,42 milhões na cotação atual).

Veja também: Mercado da Bola: Atlético-MG assina contrato com zagueiro

Portanto, se os mineiros exercerem a compra, terão de pagar aos paulistas 3,5 milhões de euros no mercado da bola, mas com o abatimento de R$ 500 mil (valor da cláusula por gatilhos).

Fora dos planos de Hernán Crespo, Tchê Tchê acabou sendo emprestado pelo São Paulo. O meio-campista, que chegou após um pedido de Cuca, estreou logo no clássico contra o Cruzeiro, três dias depois da sua apresentação. Nos primeiros jogos, acumulou duas falhas que resultaram em gol dos adversários.

Tchê Tchê, então, superou as críticas iniciais da torcida e passou a ser um dos destaques do time. Hoje, é considerado titular absoluto no meio-campo do Atlético.

LEIA MAIS:

Mercado da Bola: Atacante deixa o Atlético-MG e fecha com clube da Série A