Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Vai sair ou ficar? Palmeiras abre o jogo sobre futuro de Borja

Colombiano retornou ao Palmeiras após empréstimo ao Junior Barranquilla, mas não deve permanecer

Marcel Thomé
Jornalista e assessor de imprensa

Crédito: Cesar Greco/Agência Palmeiras

O Palmeiras tem bem definido o que pretende para o futuro de Miguel Borja. O clube não pretende reintegrar o centroavante colombiano e ainda busca vender o atleta de 28 anos, que retorna de empréstimo ao Junior Barranquilla-COL.

Em entrevista à Rádio 105FM na noite desta segunda-feira (26), Anderson Barros, diretor de futebol do Verdão, admitiu que a prioridade é a negociação de Borja.

LEIA TAMBÉM: Mercado da bola: Lateral do Palmeiras entra na mira de times da Série A e B

Tentamos e continuamos a tentar a negociação do Borja. É importante ressaltar que ele mereceu um investimento da nossa parte alto. Ele volta, participa normalmente das atividades até nós podermos definir essa situação“, explicou Barros.

Caso a gente não consiga definir (a saída), ele continuará trabalhando e terá que mostrar seu valor para conquistar espaço porque na posição dele temos atletas que nos tem atendido. A prioridade é negociar, já deixamos isso claro com o representante e com ele, mas o mercado é complexo. Sabemos das dificuldades”, completou o executivo.

Medalhões podem deixar o Palmeiras

Além de Borja, outro assunto abordado na entrevista é a possibilidade das saídas de Lucas Lima e Luiz Adriano neste mercado da bola.

O primeiro perdeu espaço no elenco após um episódio em que furou o protocolo do clube para evitar Covid-19, enquanto o centroavante está fora do time por causa de uma lesão (edema no joelho) e interessa a clubes como Grêmio e Internacional.

Se chegar algo, vamos conversar“, disse Barros, salientando que as negociações podem ocorrer desde que a proposta seja boa para todos, principalmente para o Palmeiras.

LEIA MAIS:

As melhores notícias de esportes, direto para você

    

 

Mercado da bola: Palmeiras tem 4 jogadores “encostados” no elenco profissional