Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Mercado da Bola: Volante pode deixar Santos após proposta árabe

Santos poderá não ter mais Alison na sequência da temporada 2021 do Brasileirão e da Copa do Brasil após proposta do futebol árabe pelo volante

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: Ivan Sartori/Santos FC

O Santos poderá ver um dos jogadores mais promissores da atual temporada se despedir do elenco muito em breve, por causa de uma proposta do outro lado do mundo.

Nos últimos dias, o clube santista recebeu uma proposta de 800 mil dólares, cerca de R$4.1 milhões, do Al-Hazem pelo volante Alison.

Caso a venda seja concretizada, o clube teria direito à R$2.9 milhões, por ter 70% dos direitos econômicos do atleta.

A oferta que chegou para o Santos será discutida na próxima segunda-feira em reunião do Comitê de Gestão, formado por oito dirigentes. Caso cinco dirigentes aprovem a oferta, Alison será vendido para o futebol árabe.

Alison perdeu espaço no Santos

Informações apuradas pela Gazeta Esportiva e confirmadas pelo Torcedores.com apontam que Alison deseja sair para o Al-Hazem devido ao grande aumento de salário.

Com 264 jogos disputados pelo Santos, o volante tem 28 anos e contrato até dezembro de 2022.

Desde a chegada de Fernando Diniz, acabou perdendo espaço no Santos e ocupa o banco de reservas em praticamente todos os jogos sob o comando do treinador.

Volante sofreu para firmar sequência no profissional

Alison estreou na base pelo clube santista em 2004, quando tinha 11 anos. A estreia no profissional ocorreu no dia 10 de setembro de 2011, na vitória sobre o Cruzeiro por 1 a 0.

No entanto, o volante acabou saindo de campo machucado após lesão no joelho e retornou apenas seis meses depois. Quando voltou, acabou sofrendo a mesma lesão.

Ou seja, a primeira grande sequência de Alison no profissional do Santos foi a partir do dia 16 de agosto de 2013, sendo titular na sequência da temporada sob comando de Claudinei Oliveira.

LEIA MAIS