Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Corinthians x Flamengo marca “revolução” do VAR no futebol brasileiro; entenda

Duelo válido pelo Brasileirão contou com novidade no VAR

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Matheus Tripoli/CBF

A partida de número mil contando com o VAR no futebol brasileiro registrou uma grande novidade. Isso porque a cabine que monitorou os lances da partida foi montada a mais de 600 km de distância da Neo Química Arena, sendo a primeira partida com árbitro de vídeo remoto na história da Série A, cenário que pode se tornar recorrente em um futuro próximo.

A equipe comandada por Daniel Nobre Bins esteve presente no Centro de Excelência da Arbitragem Brasileira (CEAB), no Rio de Janeiro, auxiliando as decisões de Leandro Vuaden. No duelo, nenhuma polêmica foi registrada, e o VAR não teve trabalho durante os 90 minutos. Mesmo assim, a revolução foi celebrada por Leonardo Gaciba.

“O Centro de Excelência é um sonho. Desde o momento que a gente viu que ia alcançar essa marca de mil jogos, já estando perto de estar operando completamente daqui todos os jogos da Série A, a gente teve essa ideia de fazer o jogo daqui. A Central vai ser uma revolução dentro da arbitragem brasileira. Poderemos nos capacitar, vir a esse centro, treinar, melhorando cada vez mais nosso desempenho. É fantástico estar aqui e poder fazer parte de toda essa construção”, declarou o presidente da Comissão de Arbitragem da CBF.

CRÍTICAS AO VAR

Apesar da novidade ter sido celebrada, o VAR foi alvo de críticas na 14ª rodada do Brasileirão. Isso porque São Paulo x Palmeiras registrou polêmicas com decisões do árbitro de vídeo. Sendo assim, o principal lance aconteceu na reta final do jogo, com o gol contra de Gustavo Gómez sendo anulado.

LEIA MAIS

As melhores notícias de esportes, direto para você

 

Arnaldo Ribeiro revela que pênalti do São Paulo foi revisado após VAR ouvir “Central do Apito”

Árbitro revela motivo para ter expulsado Rigoni no Choque-Rei e diz que cabine quase foi arrombada