Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Daniel Alves é acusado de violar direitos autorais de música usada em campanha da ONU

Daniel Alves foi notificado extrajudicialmente pelos verdadeiros compositores da música “Avião”

Mário André Monteiro
Jornalista com passagens por Portal iG, Fox Sports e Osasco Audax. Atualmente editor do Alemanha FC (http://www.alemanhafc.com.br). No Twitter: @alemao_mario e no Instagram: @marioalemao

Crédito: Reprodução / Twitter

Se já não bastasse o imbróglio que Daniel Alves vive com dirigentes do São Paulo e o mal-estar causado com torcedores do Tricolor, o lateral agora tem uma nova situação extra-campo para se preocupar.

Segundo informações do Estadão, Daniel Alves é acusado de violação de direitos autorais da música “Avião”, que foi registrada em seu nome e de outros artistas, mas teria ignorado a participação dos verdadeiros compositores, Giuliano Matheus e Thiago Matheus.

Giuliano, que era sócio do jogador são-paulino na empresa “Forever Music”, alega que escreveu a versão original da música em 2017. E que Dani Alves pediu inclusão de alguns trechos.

+ VOCÊ VIU? Daniel Alves de saída? Sevilla estuda a contratação de lateral do São Paulo

A “Forever Music”, inclusive, foi a responsável por produzir o álbum do irmão do atleta, Ney Alves.

Em 2020, a música “Avião” foi usada em uma campanha da ONU (Organização das Nações Unidas) e apareceu registrada com os nomes de Daniel Alves e outros três músicos: Afonso Nigro, Milton Guedes e Maurício Monteiro.

Por conta disso, Giuliano decidiu entrar com uma ação extrajudicial contra Daniel Alves e os músicos apresentados como coautores pedindo uma indenização.

Ainda de acordo com a reportagem, a advogada de Daniel, Adriana Coutinho Pinto, disse que o jogador não vai falar publicamente sobre o assunto.

Já os outros nomes citados como coautores alegaram que receberam a versão inicial de Daniel Alves e fizeram muitas alterações, tanto na melodia quanto na letra.

O Estadão informou que 12 versos da letra original, escrita por Giuliano, foram mantidos na versão gravada para a campanha da ONU, enquanto outros sete foram modificados, com quatro deles criados por Daniel Alves.

E MAIS

Áudio vazado ao vivo na TV Globo mostra Galvão Bueno pistola: “Estou indo embora”

Antony é procurado pelo Bayern de Munique e pode render alguns milhões ao São Paulo

As melhores notícias de esportes, direto para você

 

Ribéry pode voltar ao futebol alemão, mas não para atuar no Bayern de Munique