Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Felipão fala sobre Borja, estranha saída de Ferreira e diz que atacante faltou treinos: “Final do mês tem salário”

Treinador Felipão conversou com a imprensa logo depois da vitória de 1×0 sobre o Vitória na Copa do Brasil

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Lucas Uebel/Grêmio

A venda encaminhada de Ferreira por 8 milhões de euros ao Atlanta United, dos Estados Unidos e a chegada de Miguel Borja ao elenco do Grêmio dominaram a coletiva de imprensa de Luiz Felipe Scolari, o Felipão, que conversou com jornalistas depois do triunfo de 1×0 sobre o Vitória pelas oitavas da Copa do Brasil.

O treinador se mostrou surpreso com a notícia da saída de Ferreira, pela qual o clube norte-americano pagará o valor da multa rescisória. E demonstrou incômodo com a postura do jovem atacante, que teria faltado aos últimos dias de treino para fazer a recuperação da lesão no joelho.

“Saída do Ferreira? Não sei. Não sei disso. Eu sei que nos últimos quatro dias ele não apareceu para fazer tratamento. Isso eu sei. Mas saída eu não sei. Borja é uma das soluções? Sim, vai ajudar. Mas o que vai mais nos ajudar são os jogadores que estão no DM e que queremos que eles tenham a liberação para ter todos à disposição. São os principais reforços que vou fazer”, disse Felipão, antes de demonstrar incômodo:

“A informação eu tenho. Mas eu não vou na casa dele procurar se ele está dormindo. No final do mês o salário está sendo depositado. E não vou na casa dele saber se ele recebeu o salário. Quem quer ficar no Grêmio recebemos de braços abertos. Quem não tem um carinho especial pelo Grêmio… a gente vai ver o que vai acontecer. Realmente não sei no sentido de sair ou não do clube”.

Com a expectativa de já poder contar com Borja, o Grêmio volta a campo na segunda-feira, 20h, em casa, contra a Chapecoense, pelo Brasileirão. Já o sorteio das quartas da Copa do Brasil acontece na tarde de sexta.

Confira a coletiva de Felipão:

LEIA MAIS:

Aguirre se surpreende com atuação ruim do Inter, avalia protestos e evita falar de vida noturna dos jogadores

Borja? Dirigente do Grêmio afirma que há atacante adiantado e explica relação entre superávit e demora para contratar