Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Grêmio formaliza proposta por empréstimo de Carlos Vinícius, mas Benfica faz exigências; veja os valores

Carlos Vinícius tem contrato com o clube português até junho de 2024

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/ Benfica

O Grêmio formalizou uma proposta ao Benfica para contratar o atacante Carlos Vinícius. O Torcedores.com apurou que a oferta está na mesa do presidente do Benfica, Rui Costa, e se junta a outras três que estão sendo analisadas pelo clube.

Ainda segundo apurou a reportagem, o Benfica ainda não deu uma resposta a diretoria tricolor por enquanto. O Grêmio deseja o empréstimo de Carlos Vinícius até julho de 2022. Além disso, o clube gaúcho sinaliza pagar os salários do centroavante neste período.

Atualmente, Carlos Vinícius ganha 138 mil euros (R$ 850 mil, pela cotação atual) no Benfica. Se fechar com o Grêmio, ele será o jogador mais bem remunerado do clube superando os salários de Douglas Costa, Pedro Geromel, Walter Kannemann, Maicon e Diego Souza.

De acordo com fontes próximas à negociação, o Grêmio ofereceu 500 mil euros (R$ 3 milhões) pela cessão do atleta. O Torcedores.com obteve a informação de que o jogador já foi informado por seu estafe sobre o interesse do Tricolor Imortal.

Jorge Mendes, empresário do astro Cristiano Ronaldo, não descarta a possibilidade de um retorno de Carlos Vinícius ao futebol brasileiro. Mas antes de avançar nas conversas com o Grêmio, o agente deseja esgotar todas as alternativas no mercado europeu.

Na última semana, só par exemplificar, Carlos Vinícius rejeitou uma oferta do Al Hilal, da Arábia Saudita. Afinal, o atleta deseja seguir atuando na Europa. Nesse ínterim, o Bordeaux, Lazio e Watford demonstraram interesse no atleta.

Benfica faz exigências para liberar Carlos Vinícius

Em um primeiro momento, os números apresentados pelo Grêmio não agradaram a diretoria do Benfica. O Torcedores.com apurou que a negociação não está totalmente descartada. Entretanto, os parâmetros estão longe do que os encarnados desejam receber.

Caso o centroavante participe de 60% das partidas durante o período de empréstimo, o Grêmio será obrigado a adquirir 50% dos direitos econômicos do centroavante por 10 milhões de euros (R$ 61,4 milhões). Ou seja, o valor está fora da realidade financeira tricolor.

Em caso de propostas de clubes da Europa e Ásia, o Grêmio será obrigado a liberar Carlos Vinícius, mas terá a preferência para igualar a oferta. Se houver venda, a diretoria gremista terá direito a 10% de taxa de vitrine.

Porém, o Grêmio perde o percentual caso seja obrigado ou exerça o direito de compra dos 50% do passe. Se desejar, o Benfica ainda pode estender o vínculo de Carlos Vinícius por mais uma temporada ao longo do empréstimo, já que tem contrato até julho de 2025.

LEIA MAIS: 

Falha, reserva e indisciplina: como Hugo Souza foi ‘escanteado’ no Flamengo e ficou fora das Olimpíadas 

Ex-base de Fluminense, São Paulo e Santos é o novo reforço do Famalicão 

Grêmio traça engenharia financeira para contratar Carlos Vinícius; valores estão fora da realidade do clube