Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Grêmio traça engenharia financeira para contratar Carlos Vinícius; valores estão fora da realidade do clube

Carlos Vinícius tem contrato com o clube português até junho de 2024

Wilson Pimentel
Jornalista esportivo desde 1998. Cobriu os principais eventos esportivos da última década. Passou pelas redações do SBT, Record TV, CNT, Esporte Interativo, Rádio Tupi, Rádio Brasil e Rádio Manchete. É correspondente de veículos de comunicação da Colômbia, Croácia, Paraguai e Portugal. Está no Torcedores.com desde 2019.

Crédito: Divulgação/ Benfica

O Grêmio insiste em contar com o atacante Carlos Vinícius para a disputa da Série A do Campeonato Brasileiro. O Torcedores.com apurou que o problema para o clube gaúcho é que o Benfica rejeitou a proposta para ceder o jogador por empréstimo.

Ainda segundo apurou a reportagem, nem mesmo a cláusula de compra de parte dos direitos econômicos foi capaz de sensibilizar a diretoria do clube português. A princípio, o Grêmio desejava ter o centroavante em seu elenco até junho de 2022.

De acordo com fontes próximas à negociação, o Benfica até está disposto a discutir uma eventual transferência do jogador, mas desde que seja feita uma oferta com parâmetros atrativos e em dinheiro.

O presidente do Benfica, Rui Costa, trata a questão com muito cuidado a fim de recuperar o dinheiro investido na contratação do atleta em julho de 2019. Afinal, o clube português pagou 17 milhões de euros (R$ 105 milhões, à época) à vista para tirá-lo do Napoli.

O dirigente não tem motivo para facilitar a saída do jogador. À primeira vista, Carlos Vinícius ainda tem mercado no futebol europeu. E, por isso, o Benfica aguarda novas ofertas para definir se irá, ou não, negociar o atacante.

Além do Grêmio, o Eintracht Frankfurt, da Alemanha, Nice, da França e Udinese, da Itália também demonstraram interesse em contratar Carlos Vinícius. Contudo, os clubes tentaram o empréstimo do centroavante. No entanto, o Benfica descartou a modalidade de acordo.

Grêmio não fará loucuras por Carlos Vinícius

O presidente Romildo Bolzan Jr está de braços abertos para receber Carlos Vinícius no Grêmio. Entretanto, não fará loucuras para que a negociação com o atleta seja concretizada. A D20 Sports, empresa do ex-jogador Deco, é a responsável por tentar viabilizar o acordo.

A princípio, o atacante deseja R$ 850 mil por mês para fechar com o Grêmio. A diretoria, por sua vez, considera o valor irreal. Sua multa rescisória com o Benfica é no valor de 60 milhões de euros (R$ 370 milhões). Ou seja, só será possível efetuar sua contratação com a ajuda de um parceiro disposto a bancar o projeto.

Enquanto as partes tentam se acertar, o Grêmio acertou a contratação do atacante Miguel Borja, do Palmeiras. O colombiano chega por empréstimo até dezembro de 2022. Ele é um pedido do técnico Luiz Felipe Scolari com quem trabalhou no clube paulista em 2018.

As melhores notícias de esportes, direto para você

 

LEIA MAIS:

Coronavírus: Remo afasta atacante por presença em festa clandestina na pandemia pela quarta vez 

Sport apresenta proposta oficial por Hernanes; saiba os detalhes da oferta 

Fora dos planos do Benfica, centroavante com passagem por Santos e Palmeiras é oferecido ao Grêmio