Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Isaquias Queiroz e Jack Godmann vão à final da canoagem velocidade

A dupla brasileira ficou em quarto lugar na semifinal do C2 1000m nas Olimpíadas de Tóquio 2020. Final será disputada a partir das 23h53

Marjoriê Cristine
Colaborador do Torcedores

Crédito: Julio Cesar Guimarães/COB

Os canoístas Isaquias Queiroz e Jack Godmann vão buscar a medalha de ouro na canoagem em Tóquio 2020. A dupla brasileira terminou em quarto lugar na segunda semifinal da prova C2 1000m, na noite desta segunda-feira (02/08). Agora, os brasileiros vão disputar a final A da modalidade a partir das 23h53 (horário de Brasília). A decisão pelo pódio nas Olimpíadas terá transmissão na Globo, Sportv3 e BandSports.

Em uma prova muito disputada, Isaquias e Jack fecharam a segunda bateria com o tempo de 3min27s144. O tempo todo, os atletas competiram remada a remada quase até o fim. Mas por estratégia, eles diminuíram o ritmo pensando na final e ficaram em quarto.

Atuais campeões olímpicos, os alemães Sebastian Brendel e Tim Hecker passaram em primeiro, com o tempo 3min26s812 e quebraram o recorde olímpico.

+Brasil nas Olimpíadas: Atletismo, canoagem e vela têm chances de pódio

A prova de Isaquias Queiroz e Jack Godmann, a segunda do dia, foi disputada remada a remada até o fim. Atuais campeões olímpicos, os alemães Sebastian Brendel e Tim Hecker passaram em primeiro, com o tempo 3min26s812 e quebraram o recorde olímpico. Já os cubanos Serguey torres e Fernando Jorge passaram na segunda posição, com 3min27s102.

Os brasileiros chegaram a bater quase ao mesmo tempo que os canadenses Roland Varga e Connor Fitzpatrick na chegada. Mas os rivais terminaram em terceiro, com o tempo de 3min27s140.

+Olimpíadas de Tóquio 2020: Confira o quadro de medalhas completo

Chineses ganham

Antes da prova dos brasileiros, na primeira semifinal, os chineses Hao Liu e Pengfei Zheng, campeões mundiais na categoria, terminaram na primeira posição. Favoritos ao ouro, eles finalizaram a prova com 3min27s023 e chegaram a quebrar, momentaneamente, o recorde olímpico da prova do C2 1000m.

Já os romenos Catalin Chirila e Victor Mihalachi passaram em segundo, com o tempo de 3min27s399. Na terceira posição ficaram os poloneses W. Glazunow e T. Barniak, com 3min28s282. Os espanhóis Caytano Garcia e Pablo Martinez ficaram em quarto, com 3min28s524 e com a última vaga nessa bateria.

+Confira a programação de TV das Olimpíadas nesta terça-feira (03/08)

Dez duplas disputaram vagas na final dos  Jogos Olímpicos, divididos em dois grupos de cinco canoas. Em cada uma delas, quatro duplas avançaram à final olímpica. Desta vez, o vento estava soprando favorável aos canoístas, diferente do que aconteceu nas quartas de final, na noite de domingo (01/08).

LEIA MAIS:

Brasil ainda tem chances de ganhar mais 20 medalhas nas Olimpíadas

Pódio do skate com Rayssa Leal é o mais novo da história das Olimpíadas