Home Basquete Kobe Bryant 43 anos: veja os principais números da carreira do astro

Kobe Bryant 43 anos: veja os principais números da carreira do astro

Kobe Bryant deixou seu legado atuando por 20 temporadas e possui números expressivos, sendo considerado um dos maiores jogadores da história da NBA

Thiago Chaguri
Apaixonado por esporte desde criança, acompanho diversas modalidades por acreditar na magia e nas boas histórias que seus protagonistas e torcedores proporcionam. Além do entretenimento, admiro também as pluralidades táticas e estratégicas.

Grandeza. Inspiração. Sede de vitória. Transpiração. Estas são apenas algumas das diversas qualidades para descrever a carreira de Kobe Bean Bryant, natural de Filadélfia, na Pensilvânia. Nascido em 23 de agosto de 1978, o astro do Los Angeles Lakers, se estivesse vivo, completaria 43 anos.

O ex-ala/armador – já aposentado na época – foi vítima de um trágico acidente de helicóptero em Calabasas, próximo a Los Angeles, com mais oito pessoas incluindo sua filha de 13 anos, Gianna Bryant. A aeronave rumava à Thousand Oaks, onde o Mamba Sports Academy, time de Gianna, teria um jogo de basquete no dia 26 de janeiro de 2020. Kobe deixou sua esposa Vanessa Bryant e mais três filhas: Natalia, atualmente com 18 anos, Bianka, 4, e Capri, de apenas 2.

PUBLICIDADE

Sua mentalidade denominada “Mamba Mentality” buscava o trabalho duro, superação e evolução dia após dia. Dono de cinco títulos com a camisa do Lakers, MVP de finais e temporada regular, foi eleito 18 vezes para o All Star Game (Jogo das Estrelas) e outras 11 para o time principal da NBA.

Por seu país, foi bicampeão olímpico em Pequim-2008 e Londres-2012.

PUBLICIDADE

A fim de homenageá-lo por esta data, o Torcedores.com traz à vocês alguns números para demonstrar a importância e o impacto do “Black Mamba” nas quadras de basquete e no esporte pelo mundo.

Kobe Bryant é um dos maiores pontuadores da história da NBA

Considerado o jogador que mais se assemelhou a Michael Jordan por seu estilo de jogo, Kobe está entre os maiores jogadores da história da NBA. Colecionou grandes feitos e atuações memoráveis durante as 20 temporadas e 1.566 jogos em que atuou pelo Los Angeles Lakers, única franquia que defendeu em sua carreira.

Curiosamente, anotou os primeiros e últimos de seus 33.643 pontos em lances livres. Tais números o colocam com o quarto maior pontuador da história da liga, atrás apenas de Kareem Abdul-Jabbar (38.387), Karl Malone (36.928) e LeBron James (35.367).

Por playoffs, também é o quarto colocado, com 5.640 pontos. Somente LeBron James (7.631), Michael Jordan (5.987) e Kareem Abdul-Jabbar (5.762) estão à sua frente.

PUBLICIDADE

Em ambas as situações é o pontuador máximo do Lakers.

Bryant anotou 40 pontos contra todas as franquias que enfrentou.

Possui 135 jogos acima de 40 pontos, dos quais em 26 obteve mais de 50 e em seis oportunidades marcou 60 pontos ou mais.

No dia 13 de abril de 2016, Bryant relembrou o ápice de sua carreira sendo decisivo. Tornou-se o jogador mais velho (37 anos e 234 dias) a marcar 60 pontos, contribuindo para a vitória do Lakers sobre o Utah Jazz por 101 a 96 no jogo que decretou sua despedida do esporte.

PUBLICIDADE

Pelo início de sua carreira, na temporada 1996/97, atuou sob o número 8 e marcou 16.866 pontos. Alterando para a camisa 24 em 2006, fez mais 16.777. Sua pontuação com os diferentes números de camisas supera a de 91 jogadores da NBA eleitos para o Hall da Fama.

2005/2006 – Recorde contra o Raptors e imposição sobre todo o time do Mavericks

No dia 22 de janeiro de 2006, Kobe assombrou a liga ao despejar inacreditáveis 81 pontos na vitória do Lakers por 122 a 104 diante do Toronto Raptors. É a segunda maior marca de todos os tempos na NBA. Está atrás apenas dos insuperáveis 100 pontos de Wilt Chamberlain, quando o pivô contribuiu para o triunfo do Philadelphia Warriors (atual Golden State Warriors) por 169 a 147 contra o New York Knicks em 1962.

Nesta mesma temporada, um mês antes, Kobe havia tido outra performance épica. Em 20 de dezembro de 2005, a vítima foi o Dallas Mavericks.  A quatro segundos do fim do terceiro período, convertendo uma bola de três, colocou o placar em 95 a 61 para o Lakers. Mas um detalhe chamou muito a atenção: com esta cesta, o ala/armador chegou aos 62 pontos em 32 minutos em quadra, mais do que a soma do time inteiro de Dallas. Com a vitória encaminhada, foi poupado e não atuou no último quarto do jogo.

Dominância na pontuação na década de 2000

De 2000 a 2009, Kobe possui seis das dez maiores pontuações da década. Em alguns casos, houve empate com outros atletas.

PUBLICIDADE

Além dos citados 81 pontos que ocupa o primeiro lugar da lista, o Black Mamba tem a segunda melhor marca (65), a terceira – junto de Tracy McGrady – com 62 e a quarta (61) ao lado de Shaquille O’Neal. Divide também a quinta posição com Allen Iverson e Gilbert Arenas, com 60 e a sexta, junto novamente de Allen Iverson (58).

Médias da carreira em temporada regular, playoffs e finais

Atuando em temporada regular, possui médias de 25 pontos, 5.2 rebotes, 4.7 assistências, 1.4 roubos de bola, 84.7% de aproveitamento em lances livres e 44% nos arremessos de quadra.

Em playoffs obteve 25.6 pontos, 5.1 rebotes, 4,7 assistências, 1.4 roubos de bola, 81.6% em lances livres e 44.8% nos arremessos de quadra.

Quando o assunto é final, registrou 25.3 pontos, 5.7 rebotes, 5.1 assistências, 1.8 roubos de bola, 0.9 tocos, 84,7% de aproveitamento em lances livres e 41,2% em arremessos de quadra nas sete séries de final que disputou. Foi campeão em cinco oportunidades.

PUBLICIDADE

Prêmios individuais

Multipremiado, Kobe possui um dos currículos mais extensos da NBA:

5 títulos –  1999/00, 2000/01, 2001/02, 2008/09 e 2009/10

4º maior pontuador da história – 33.643

2 vezes MVP das finais – 2008/2009 e 2009/2010

PUBLICIDADE

1 vez MVP de temporada regular – 2007/2008

2 vezes cestinha da temporada – Em 2005/2006 (2.832 pontos e média de 35.4) e 2006/2007 (2.430 pontos e média de 31.7)

18 vezes eleito para o All star Game – 1998, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015 e 2016

Quatro vezes MVP do All-Star Game – 2001/02, 2006/07, 2008/09 e 2010/11

PUBLICIDADE

11 vezes eleito para o 1º time ideal da NBA – 2002, 2003, 2004, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012 e 2013

2 vezes eleito para o 2º time ideal da NBA – 2000 e 2001

2 vezes eleito para o 3º time ideal da NBA – 1999 e 2005

9 vezes escolhido para o time ideal de defesa – 2000, 2003, 2004, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2011

PUBLICIDADE

3 vezes escolhido para o 2º time ideal de defesa – 2001, 2002 e 2012

34 vezes eleito o melhor jogador do mês

Campeão do torneio de enterradas do All Star Game de 1997

Eleito para o time ideal de calouros de 1997

PUBLICIDADE

LEIA TAMBÉM:

Em data que Kobe Bryant completaria 43 anos, Vanessa publica foto com a lenda da NBA: “Te amo por siempre. Amor Eterno”

NBA: Luka Doncic assina extensão de contrato recorde com os Mavericks

Natal vai ter jogos da NBA e da NFL em 2021

Tom Brady recebe camisa autografada de Pelé: “Boa Sorte”

PUBLICIDADE

Morre lenda do esporte norte-americano aos 80 anos

Situação avança e Mateus Vital tem empréstimo para clube europeu encaminhado

Mercado da Bola: Clube da Série B anuncia atacante ex-Flamengo

Kalil responde se Atlético-MG x Palmeiras terá público na Libertadores

PUBLICIDADE

Com o Brasil na “lista vermelha da Covid-19”, time europeu barra três jogadores da seleção