Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ministério Público investiga venda de ingressos em jogo nordestino sem torcida

Uma venda de ingressos irregular foi denunciada entre a partida entre Treze e Campinense

Rubens Melo
Jornalista Esportivo colaborador do Torcedores.com. Paraibano, 26 anos. Apreciador de futebol - seja ele bem ou mal jogado, jogos eletrônicos e vários outros esportes.

Crédito: Rafael Costa/@rafaelhb14

Um suposto vídeo de venda de ingressos para um jogo sem pública foi denunciada ao Ministério Público da Paraíba. Trata-se da partida entre Treze e Campinense, que era válida pela 10ª rodada do Brasileirão Série D. A partida acabou empatada por 0 a 0.

Segundo o site ge.globo da Paraíba, um vídeo circulava pelas redes sociais falando sobre uma suposta venda de ingressos para o jogo, que não podia ter público devido ao protocolo de segurança de prevenção à contaminação por Covid-19.

O suposto valor cobrado pelo Treze, mandante da partida, era de R$152,00 reais para ter acesso ao jogo nas cadeiras. Chegando ao estádio, o torcedor teria acesso à partida como convidado do clube. O protocolo da CBF determina que o clube mandante pode contar com 80 pessoas em sua delegação, incluindo atletas e comissão técnica.

Respondendo ao ocorrido e prestando esclarecimentos, a diretoria do Treze informou através de nota oficial que não houve venda de ingressos por parte da equipe. E que a confecção do vídeo trata-se de uma “peça” desenvolvida por conta de “rivalidade”.

Treze e Campinense estão no Grupo A03 do Brasileirão Série D. O Galo ocupa a 4ª posição com 13 pontos ganhos, já a Raposa, é a 3ª colocada com 15 pontos. Ainda restam quatro rodadas para o término da primeira fase.

VEJA TAMBÉM: 

Mercado da Bola: Meia brasileiro deve trocar de clube na Premier League

Edenílson, busca por atacantes, empréstimos e mais; Negociações do Internacional em julho

Time de Roger Guedes anuncia novo atacante brasileiro e alimenta possível rescisão com o jogador pretendido pelo Corinthians