Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Tribunal anula decisão e presidente do Flamengo não vai assumir como interventor da CBF

Justiça aceitou recurso da CBF após o afastamento de Rogério Caboclo

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Alexandre Vidal / Flamengo

Após a decisão que colocou Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, e Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista, como interventores da CBF, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro anulou o decreto. Segundo informações do “GE“, Luiz Umpierre de Mello Serra, da 19ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, aceitou o recurso da CBF e impediu que a entidade tivesse nova direção temporária.

Apesar da vitória, a federação que comanda o futebol no Brasil ainda pode ter mudanças no comando. Isso porque o caso será julgado pelos outros profissionais que integram a da 17ª Câmara do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Enquanto nenhuma reviravolta acontece, Coronel Nunes vai reassumir a posição de presidente da CBF.

Na semana passada, a intervenção foi autorizada por meio de decisão do juiz Mario Cunha Olinto Filho. Agora, a expectativa é que o o Ministério Público, que iniciou o processo para alterações na CBF, tente reverter a decisão favorável da CBF, que possui efeito suspensivo.

Por conta de denúncias de assédio, Caboclo foi afastado do principal cargo da entidade. Entre as acusações, o dirigente teria tentado forçar uma funcionária a comer um biscoito de cachorro. Além disso, ele buscou pronunciar a palavra “cadela”. Sendo assim, as acusações caíram como uma bomba . Sem opção, a federação optou pela saída do presidente do cargo para evitar maiores problemas.

LEIA MAIS

Corinthians x Flamengo marca “revolução” do VAR no futebol brasileiro; entenda

Justiça tira Caboclo da presidência da CBF por irregularidade em assembleia