Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Venda, reforço, Pratto, Ademir e mais: o mercado da bola no Atlético em julho

Torcedores prepara um resumo do Atlético no mercado da bola

Eder Bahúte
Jornalista e assessor de imprensa.

Foto: Atlético mercado da bola

O Mercado da Bola no Atlético foi discreto neste mês de julho. Apesar das várias especulações, de concreto mesmo ocorreu apenas uma saída nestes últimos 31 dias. Com sérias dificuldades financeiras, o clube mineiro se viu na necessidade de realizar uma venda.

Cria da base do Atlético, Gabriel foi negociado com o futebol japonês. De acordo com as informações passadas pelo clube, o Galo vai receber US$ 2 milhões (R$ 10,2 milhões) pela ida do zagueiro ao Yokohama FC. Os mineiros eram dono de 80% dos direitos econômicos. Os 20% restantes pertenciam ao jogador, que abriu mão do percentual para a conclusão do negócio.

Reforço na defesa

Com a saída de Gabriel, o Atlético atendeu a um pedido de Cuca e solicitou a volta de Nathan Silva, que estava emprestado ao xará goianiense. Destaque no Dragão, o defensor de 24 anos mostrou potencial e foi a alternativa encontrada para suprir a carência no setor.

– Quando eu soube que o Nathan era nosso, conversei com o Rodrigo (Caetano, diretor de futebol). Pedimos o retorno, agradecemos o Adson ( Batista, presidente do Atlético-GO), que soube entender a necessidade, porque a gente estava negociando um zagueiro, o Gabriel – disse Cuca.

Pré-contrato com Ademir?

O futuro do atacante Ademir ainda é um grande ponto de interrogação neste mercado da bola. Na mira do Atlético, a  tendência, porém, é que em 2022 ele não vista mais a camisa do América. Ao menos é o que imagina Marco Salum, presidente do Coelho e vê com pessimismo a renovação de contrato.

Nos bastidores, comenta-se que o Galo já teria acertado um pré-acordo com o atleta. A princípio, os americanos não abrem mão de ter Ademir até dezembro.

Pratto?

Segundo o jornalista César Luis Merlo, da ‘TyC Sports’, atacante recusou uma oferta apresentada pelo Vélez Sarsfield. A princípio, o desejo do argentino no mercado da bola e seguir atuando fora do país natal.

De cordo com Merlo, Pratto estaria aguardando uma investida do Atlético-MG, clube que defendeu entre os anos de 2015 e 2016. Até o momento, nenhum contato por parte dos mineiros foi estabelecido.

Oferta por Marrony

Segundo informações do jornalista Jorge Nicola, o Atlético possui uma proposta do Midtjylland, equipe da Dinamarca. Os valores giram na casa dos 4,5 milhões de euros (cerca de 27 milhões de reais) por 90% dos direitos econômicos. Vasco e Volta Redonda acompanham de longe o desenrolar e podem também faturar.

Marrony, porém, não estaria entusiasmado em ir para o futebol dinamarquês. Ele entende que pode futuramente chegar algo de um centro mais competitivo da Europa.