Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Chelsea domina no segundo tempo e goleia Tottenham fora de casa

Chelsea foi amplamente dominante no segundo tempo e conseguiu golear o Tottenham em clássico da Premier League; Thiago Silva foi decisivo

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: Premier League

Tottenham Tottenham 0-3 Chelsea Chelsea
Premier League 2021/22 - 5ª Rodada

O Chelsea conseguiu uma grande vitória neste domingo (19) no Tottenham Hotspur Stadium por 3 a 0 em clássico da 5ª rodada na Premier League.

Foi um jogo equilibrado no primeiro tempo com boas chances para as duas equipes nos primeiros minutos. Porém, com a entrada de Kanté no segundo tempo, o roteiro foi completamente diferente pois os Blues dominaram a partida.

Thiago Silva, em grande atuação, abriu o placar e Kanté ampliou a vantagem que seria ainda maior caso Lloris não estivesse inspirado com grandes defesas para salvar o Tottenham de uma derrota mais dolorida.

Na próxima rodada, o Tottenham terá pela frete clássico contra o Arsenal (26/09, 12h30), enquanto o Chelsea enfrentará o Manchester City em outro clássico (25/09, 8h30).

 

Primeiro tempo

O início foi extremamente movimentado e o Chelsea foi ao ataque logo no início. Mount tabelou com Lukaku após cruzamento em profundidade e armou na jogada, mas o assistente marcou impedimento.

Logo em seguida, o Tottenham respondeu na mesma medida com Son recebendo na esquerda e conduzindo até o meio para chutar fora da área, mas a bola acabou batendo nas costas de Harry Kane.

Em cobrança de falta aos 4′, Harry Kane teve a segunda chance do Tottenham mas jogou na barreira e a bola saiu pela linha de fundo.

No contra-ataque do Chelsea, Havertz conduziu a jogada pelo meio e tabelou com Azpilicueta, finalizando na entrada da área. A bola resvalou em Lukaku e a defesa adversária ficou com a bola.

O Chelsea assumiu protagonismo nos minutos seguintes. Rudiger lançou e Azpilicueta ajeitou de cabeça para Kai Havertz finalizar, mas  meia acabou furando no chute.

Aos 14′, foi a vez de Mason Mount arrancar em outro contra-ataque. Na tabelinha com Lukaku que chegava pela direita, foi travado no momento do chute por Emerson Royal.

Depois de suportar pressão, Reguilón recebeu grande passe de Son em jogada de velocidade e rolou para Kane, mas a zaga do Chelsea surgiu para cortar antes da finalização.

No entanto, o jogo no restante do primeiro tempo se encaminhou para um ritmo menor de finalizações por causa das marcações bem encaixadas das duas equipes.

Kepa Arrizabalaga foi exigido novamente apenas aos 32′ quando Lo Celso acionou Son e o sul-coreano ajeitou na entrada da área para finalizar.

 

Segundo tempo

O roteiro foi diferente na segunda etapa por conta de Thomas Tuchel. O técnico do Chelsea foi certeiro na substituição do intervalo ao trocar Mason Mount por Kanté.

Logo na volta do intervalo, Marcos Alonso recebeu lançamento espetacular do brasileiro Thiago Silva e bateu de primeira, exigindo grande defesa do goleiro Lloris.

Aos 3′, Azpilicueta armou grande jogada pela direita e cruzou na área, parando em novo desvio de Emerson Royal. Na cobrança de escanteio, Marcos Alonso cobrou e Thiago Silva subiu mais alto que todo mundo para testar firme no canto esquerdo de Lloris.

O Chelsea seguiu dominante durante todo o segundo tempo. Kai Havertz fez boa jogada pela esquerda e acionou Azpilicueta. O lateral ajeitou e Marcos Alonso finalizou na área, mas a defesa adversária cortou em cima d alinha.

Só que os Blues estavam imbatíveis e ampliaram a vantagem aos 11′. Kanté recebeu a bola no meio-campo e arriscou de fora da área. A bola desviou em Eric Dier no meio da trajetória e matou o goleiro Lloris.

Diante de um Chelsea mais recuado, o Tottenham teve a chance de construir mais jogadas com Skipp e Bryan Gil nos lugares de Ndombélé e Lo Celso.

Aos 18′, Harry Kane mostrou que ainda era a maior referência da equipe e conduziu pelo meio-campo, arriscando de fora da área. Mas o goleiro Kepa defendeu bem.

Mas na sequência do segundo tempo, o Tottenham não conseguiu mais ameaçar o Chelsea, mesmo jogando em casa e com estádio lotado.

Em rara oportunidade aos 26′, Hojbjerg cobrou falta na área mas Kepa fez defesa muito tranquila. Nos minutos seguintes, os Blues quase ampliaram com Marcos Alonso cobrando escanteio e Thiago Silva subindo muito novamente para cabecear com perigo, parando em grande defesa de Lloris.

Aos 32′, Timo Werner ficou na cara do gol após receber grande lançamento de Lukaku, mas se atrapalhou com a bola na finalização. Três minutos depois, jogou fora outra oportunidade, dessa vez no cruzamento de Kanté. Lloris fez a defesa.

Já na reta final do jogo, Rudiger dominou na esquerda e cruzou para Lukaku cabecear bem, só que Lloris novamente salvou o Tottenham momentaneamente.

Mas o Chelsea estava inspirado e conseguiu fechar o jogo com uma goleada. Timo Werner recebeu no flanco direito com liberdade e cruzou de forma certeira para Rudiger finalizar no canto de Lloris.

Antes do apito final, Lukaku dominou e fez o pivô, mas foi travado no momento do chute.

 

FICHA TÉCNICA
TOTTENHAM 0-3 CHELSEA

Data: 19/09/2021, 13:00
Estádio: Tottenham Hotspur Stadium
Árbitro: Paul Tierney

Gols: 2T 4′ Thiago Silva (Chelsea); 2T 12′ Kanté (Chelsea); 2T 47′ Rudiger (Chelsea)

Substituições – Tottenham: Skipp (Ndombelé); Bryan Gil (Lo Celso); Sánchez (Romero)

Substituições – Chelsea: Kanté (Mount); Timo Werner (Havertz);

Tottenham (4-3-3): Hugo Lloris; Emerson, Cristian Romero, Eric Dier, Sergio Reguilon; Tanguy Ndombele, Pierre-Emile Hojbjerg, Dele Alli; Giovani Lo Celso, Harry Kane, Son-Heung Min.

Chelsea (3-4-2-1): Kepa Arrizabalaga; Andreas Christensen, Thiago Silva, Antonio Rudiger; Cesar Azpilicueta, Jorginho, Mateo Kovacic, Marcos Alonso; Mason Mount, Kai Havertz; Romelu Lukaku.

 

LEIA TAMBÉM

Manchester United vira no fim e vence West Ham em jogo dramático

Colombiano Hugo Rodallega marca 4 gols e ajuda Bahia a bater Fortaleza por 4 a 2

Rafinha sofre drible “humilhante” de Michael e vira piada na torcida do Flamengo e do Grêmio; assista

Casagrande faz alerta a Luan após votação para craque do jogo em transmissão e torcida discorda na web

Pedro Lourenço promete mudanças drásticas no Cruzeiro caso atual presidente e vice deixem o clube

Gabigol se irrita com o Grêmio, discute com Felipão e acaba saindo contrariado; assista

Grêmio perde novamente para Flamengo, é eliminado da Copa do Brasil e vira piada na web; veja memes

Brasileirão: destaque na rodada 19, Rodallega repete marca que não ocorria desde 2015