Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Joel Embiid critica Ben Simmons por não se reapresentar ao 76ers: “Equipe foi construída em torno das necessidades dele”

Sem se reapresentar para fazer a pré-temporada com o Philadelphia 76ers, Joel Embiid pontuou que todo o time foi feito para que Simmons evoluísse

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

A eliminação do Philadelphia 76ers na última temporada da National Basketball Association (NBA) segue repercutindo. Melhor equipe da Conferência Leste e terceira melhor da temporada regular na temporada 2020/2021, a franquia foi eliminada logo no segundo confronto dos playoffs. Na pré-temporada da equipe, uma novela acontece: Bem Simmons, ala e armador do elenco, ainda não se reapresentou. Joel Embiid criticou a decisão.

Pivô e ala-pivô do 76ers, Joel Embiid não escondeu a chateação com atleta. Apesar disso, deixou clara que ainda conta com o companheiro para a temporada. “Eu diria para ele que estou desapontado. Ganhar cura tudo. Conseguimos fazer isso na temporada regular. Podemos dar o próximo passo. Espero que ele mude de ideia. Se eu vou jogar sem ele? Vou jogar, honestamente. Mas eu realmente amo jogar com ele, porque ele agrega muito ao nosso time. Estamos construindo isso juntos”, comentou.

Em outro momento, Joel Embiid destacou que todo o atual elenco do 76ers foi pensado para que o ala e armador se sentisse mais à vontade para render como desajava. “Sinto que nossa equipe sempre foi construída em torno das necessidades de Ben Simmons. Foi por isso que o time assinou com All Horford e acabou se livrando de Jimmy Butler. Isso foi feito para se certificarem de que Simmons ficaria mais tempo com a bola nas mãos. O que, na minha visão, foi um erro”, finalizou o atleta.

LEIA MAIS
Equipe da NBA vê novo filme da saga Star Wars em shopping que era alvo de tiroteio
Terra plana: conheça as estrelas da NBA que acreditam na teoria
Craque do Golden State Warriors faz cirurgia e volta à NBA apenas em 2020, afirma empresário do jogador