Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Pochettino pede paciência com Messi, Neymar e Mbappé: “Precisam de tempo para trabalhar”

PSG começa Champions League com atuação abaixo do esperado e empate contra o Brugge

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Falo sobre futebol internacional, nacional e esportes americanos, principalmente NFL e NBA. Santista e apreciador do bom futebol. Twitter: @PaulFoles

Crédito: (Photo by David Rogers/Getty Images)

A primeira exibição do trio Neymar, Messi e Mbappé não foi empolgante. No empate de 1 a 1 contra o Brugge pela Champions League nesta quarta-feira (15), eles não tiveram boa atuação e passaram em branco na partida. Em entrevista coletiva após o jogo, o treinador Mauricio Pochettino pediu paciência e tempo para os jogadores se adaptarem.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

“Os três precisam de tempo para trabalhar e tempo para conseguirem se entender e fazerem coisas boas. Sobre o Messi? Gostei do jogo que fez e da atitude e vontade que demonstrou”, comentou o argentino.

O PSG não jogou bem e foi dominado pelos belgas em alguns momentos da partida. Pochettino avaliou a atuação de sua equipe e apontou alguns fatores que são necessários evolução.

“Temos de ser mais consistentes, cometemos imensos erros na primeira parte e o nosso jogo tem de ser mais fluido. Não foi uma boa noite, mas há que manter a serenidade”, analisou o treinador do PSG.

No  Grupo A da Champions League, o Paris Saint-Germain começa somando um ponto junto com o Brugge, enquanto o Manchester City lidera após vitória de 6 a 3 diante o RB Leipzig.

LEIA TAMBÉM

Champions League 21/22: 10 jovens jogadores para ficar de olho

Champions League 21/22: 5 times para ficar de olho na competição

O que esperar da estreia de Lione Messi, Neymar e Kylian Mbappé pelo PSG na Champions League?

Libertadores: Conmebol define arbitragem para duelos da semifinal

Depois de Patrícia Pillar, Neymar recebe criticas de outra artista: “Uma decepção”

Anderson Talisca revela clube do coração onde quer jogar ao voltar para o Brasil: “sonho vestir a camisa”

Dirigente do Grêmio detona STJD e cutuca “poderoso” Flamengo: “Fora de campo é mais forte que a CBF”