Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Prestes a ser homenageado, Galatto relembra história intensa como gremista: “Sou um torcedor que jogou no clube”

Ex-goleiro Galatto será eternizado na Calçada da Fama do Grêmio na próxima segunda-feira

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Reprodução/GrêmioTV

Na segunda-feira (13), a partir das 19h, fazendo parte das comemorações do aniversário de 118 anos do clube, o Grêmio estará homenageando quatro nomes de sua história eternizando-os dentro da Calçada da Fama da Arena, dentre eles o ex-goleiro Galatto, que não poderia estar mais honrado com a lembrança – Felipão, Cacalo e Osvaldo fecham o quarteto homenageado.

À Rádio Gaúcha nesta semana, o herói da Batalha dos Aflitos de 2005 pegando um pênalti com o Grêmio tendo apenas 7 em campo falou da satisfação do momento:

“Estarão presentes meu pai, minha mãe, esposa e filha. Depois da cerimônia, vou fazer um recepção para amigos e familiares que estiveram comigo nesse período todo. Meu pai mora no interior, em Trindade do Sul, a 400 quilômetros de Porto Alegre. Ele veio hoje (sexta-feira, 10) para cá. Quando contei para ele dessa homenagem, assim como o meu olho brilhou, o dele com certeza também. Ele tá mais ansioso do que eu, porque ele me ensinou o que é ser gremista e como deveria conduzir a minha carreira. Ele não foi jogador de futebol, trabalhava numa empresa de ônibus, mas me ensinou muito, é meu ídolo de vida. Fico feliz por poder estar sendo homenageado e ele ter a oportunidade de ver isso de perto”, declarou.

Galatto, hoje, mantém uma escola de futebol em Gravataí para crianças junto ao também goleiro Marcelo Grohe. Já aposentado, o ex-arqueiro relembrou de todo o seu “gremismo”:

“Minha história com o Grêmio vem desde o hospital, quando nasci, há 38 anos, porque meu pai me vestiu com a roupinha do Grêmio. Sou um torcedor que jogou pelo clube. Mesmo quando fui para outras equipes, nunca deixei de ser gremista. Quando era possível, sempre ia na Arena acompanhar os jogos. A família toda é gremista. Comecei no Grêmio com 13 anos. Lembro quando lançaram a Calçada da Fama no Olímpico. Via aqueles nomes ali, Mazaropi, De León, e pensava: será que um dia serei eu? Sonhava vestir a camisa do Grêmio, mas receber essa homenagem é algo que não tenho nem palavras para descrever essa emoção”.

A transmissão do evento da segunda-feira com os homenageados na Calçada da Fama será feita pela GrêmioTV no YouTube.

Grêmio em campo e com a torcida de Galatto

Sempre com a torcida de Galatto, o Grêmio volta a campo em situação dramática no Brasileirão, sendo o 19° com 16 pontos, neste domingo. A partir das 11h, o clube recebe o Ceará na Arena.

LEIA MAIS:

Grêmio justifica motivo de não utilizar estrelas em ascensão da base

Grêmio assina com promessa de 30 milhões de euros

Copa do Brasil terá público nas quartas? Veja a situação de cada time

Brasileirão: ataque, defesa, melhores mandantes e mais; veja as estatísticas após o fim da 17ª rodada

Alguma surpresa? Confira os 5 maiores dribladores do futebol brasileiro

Paralimpíadas: Time Brasil entra com samba e muita festa na Abertura