Home Futebol Vai vender? Gigante do futebol brasileiro se posiciona após rumores de negociações com fundo árabe que comprou o Newcastle

Vai vender? Gigante do futebol brasileiro se posiciona após rumores de negociações com fundo árabe que comprou o Newcastle

Chefe do executivo do Cruzeiro detalhou viagem realizada à Europa e Oriente Médio

Cido Vieira
Jornalista graduado no Centro Universitário Uninter. Trabalho no Torcedores.com desde 2017, desempenhando a função de redator. Sou setorista do futebol pernambucano em rádios locais e um verdadeiro apaixonado pelo esporte bretão.
Newcastle

Reprodução - Redes Sociais

PUBLICIDADE

A venda do Newcastle para um fundo árabe chefiado pelo príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman fez com que rumores de compras de outros clubes surgissem, inclusive em solo nacional. Entre os nomes citados, esteve o do Cruzeiro. Em entrevista nesta segunda-feira (18) à “Rádio Super FM 91,7, de Belo Horizonte, o presidente Sérgio Santos Rodrigues se posicionou sobre o assunto.

O mandatário da Raposa explicou que as suas viagens pela Europa e no Oriente Médio tiveram como objetivo apresentar a interessados uma proposta de venda, mas somente quando o clube estiver convertido em na SAF (Sociedade Anônima do Futebol). Por este motivo ainda incerto, Sérgio evitou dizer se há algum tipo de tratativas ou possibilidade de negócio do Cruzeiro com o Fundo Público de Investimento saudita, chefiado pelo bilionário Salman, comprador do Newcastle.

“A questão da Arábia é que a gente acaba fazendo muitos contatos. É o que eu falei e repito. O dinheiro não vem até nós, nós temos que ir atrás do dinheiro. Embora eu tenho sido objeto de muita crítica, ninguém me perguntou efetivamente ‘pô, você, nessa viagem fora, o que fez?’. Primeiro que eu não fui com dinheiro do Cruzeiro. Uma eu fui com meu dinheiro e a outra eu fui convidado para participar do evento. E é óbvio que a gente aproveita essa oportunidade para estar com gente do mundo inteiro”, disse o presidente do Cruzeiro.

PUBLICIDADE

RUMORES

No último final de semana, a emissora argentina TyC Sports revelou que o príncipe árabe tinha como objetivo adquirir um gigante do futebol sul-americano após comprar o Newcastle, e o Cruzeiro era o nome da vez.

LEIA TAMBÉM:

PUBLICIDADE

Só cinco times não trocaram de treinador no Brasileirão 2021; confira

Benja avalia final da Libertadores e crava placar de Palmeiras x Flamengo

CBF vai na contramão de clubes e registra superávit durante a pandemia

PUBLICIDADE

Abel Ferreira rasga elogios a Tite e cita “inveja” do treinador da Seleção