Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Tite afirma que existe preconceito contra técnicos negros no Brasil: “Ele é arraigado, estrutural”

Tite repercutiu uma entrevista de Marcão Silva, técnico do Fluminense e único profissional negro da categoria na elite do futebol brasileiro

Danielle Barbosa
Jornalista. Escrevendo para o Torcedores desde 2014.

Crédito: Divulgação/CBF.com.br

O técnico Tite afirmou durante entrevista coletiva nesta quarta-feira (6), ás vésperas do confronto diante da Venezuela, pela rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, que existe preconceito contra treinadores negros no Brasil. O comandante da seleção brasileira foi questionado sobre o assunto em repercussão a entrevista de Marcão, comandante do Fluminense, ao jornal ‘Folha de S. Paulo’ – o treinador do Tricolor das Laranjeiras é o único negro da categoria na elite do futebol nacional.

“Eu vou me posicionar. Luto e lutei minha vida toda contra minha ignorância. Procurei ler, aprender e estudar. E continuo. E contra a hipocrisia. Que é brincar de faz de conta. Prefiro responder quando não quero. Há sim um preconceito. E ele é arraigado, estrutural, sim”, afirmou Tite.

“O que posso dizer é que tenho um respeito muito grande e, talvez, um dos maiores atletas que trabalhei, e tenho um respeito muito grande, chama-se Roger Machado. Pela conduta pessoal, pelo conhecimento profissional, pelos momentos bons, difíceis, e exemplo nele de um dos profissionais que tenho mais profundo respeito. Devemos lutar contra o preconceito, porque há na relação ao técnico negro e, talvez, ampliando numa situação generalizada e maior em termos sociais”, completou o treinador.

Na entrevista à Folha, Marcão falou sobre o assunto e questionou o ‘sumiço’ dos treinadores negros do futebol brasileirão, citando Cristóvão Borges, que se destacou no Vasco e comando o Corinthians, e Andrade, campeão brasileiro pelo Flamengo em 2009.

”Hoje me alegro de ser um representante negro (na Série A), falo com orgulho sobre o assunto, mas por outro lado precisamos pensar. Cadê o Cristóvão (Borges)? O Andrade, que foi campeão brasileiro e não teve mais oportunidade? Não faz sentido. Em qualquer outra situação, estaria dirigindo uma outra equipe. Por que isso acontece? Por que somos negros? Levantem o treinador que foi campeão de qualquer país (e que tenha sumido). Cadê o homem (o Andrade)? Esses detalhes que percebemos deixam claro que há uma resistência (contra técnicos negros), mas meu clube é exemplo, luta contra isso”, disse o treinador do Fluminense.

Leia também:
Paulinho no Corinthians: Veja como volante poderia atuar pelo Timão
Cléber Machado cobra convocação de jogador da Série A “ignorado” por Tite
Jornal europeu aponta ex-Flamengo como “novo Neymar” e ressalta: “Comparação inevitável”
Ídolo do São Paulo revela confusão do elenco com Daniel Alves: “Estava saturado”

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes