Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Brasileirão Série A: CBF admite terceiro erro contra o Bahia na competição

Entidade deu parecer favorável ao time do Bahia, um dos clubes que lutam contra o rebaixamento no Brasileirão Série A

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 29 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017). Repórter no site Torcedores.com desde 2018.

Crédito: Troféu do Brasileirão

Responsável por organizar o Brasileirão Série A, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) admitiu, nesta quarta-feira (17), que o Bahia foi prejudicado pela arbitragem, na derrota por 3 a 0 contra o Flamengo, no estádio Maracanã.

O jogo foi marcado por um lance polêmico. Michael finaliza de voleio, a bola desvia no peito e depois no braço de Conti.

Responsável por mediar a partida, o árbitro Vinicius Gonçalves Dias Araújo marcou pênalti. Ele até reviu o lance no VAR, porém manteve a decisão.

” Ele está em uma ação de bloqueio. Ele corre o risco e pega no braço”, justificou Araújo, em áudio divulgado pela CBF.

CBF já reconheceu mais dois erros contra o Bahia

No entanto, antes do referido lance polêmico, a CBF reconheceu que o Bahia foi prejudicado em outros dois jogos da Série A.

Os jogos são contra Juventude e São Paulo. Na partida contra o time sulista, não foi marcado um pênalti. Um jogador do Juventude desvia a bola com o braço e impede um gol do Bahia.

Após rever o lance no VAR, o árbitro Paulo Roberto Alves entendeu que não houve infração. “O Reclamante (Bahia) tem razão quanto à não marcação do tiro penal”, disse a CBF, em parecer.

Já contra o São Paulo, Miranda pisou no pé de um jogador do Bahia. O árbitro Sávio Pereira Sampaio reviu o lance no VAR e não marcou pênalti.

“Nota-se pelas imagens do clip lançado no portal do árbitro da CBF que o defensor, ainda que não de modo deliberado, pisou claramente no pé do atacante e em ponto distante da bola, o que, por si só, tendo em vista o efeito produzido, caracterizou a falta”, avaliou a CBF.

Polêmicas na Série A resultam em mudança na CBF

As recentes polêmicas em diferentes jogos e rodadas do Brasileirão Série A fez a CBF, trocar a chefia da Comissão de Arbitragem.

Leonardo Gaciba foi demitido na sexta-feira (12), e Alício Pena Júnior assumiu o cargo até o fim do ano.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Em entrevista ao SporTV, o novo comandante da pasta disse que os árbitros brasileiros são honestos e de qualidade.

Leia também:

Brasileirão Série A 2021: confira a tabela completa do campeonato

Brasileirão Série B 2021: confira a tabela completa do campeonato

CBF: novo chefe de arbitragem já fez ameaça inesperada a jogadores

Torcedores do Flamengo admitem pênalti mal marcado: “compensação”

Torcedores rivais ironizam Flamengo por pênalti contra o Bahia: “assalto”

“Os árbitros brasileiros são honestos e de qualidade”, diz novo chefe de arbitragem da CBF