Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Organizada do São Paulo surpreende em postagem pós goleada para o Flamengo

No meio de semana, São Paulo faz o clássico com o Palmeiras na 33ª rodada do Brasileirão

Eder Bahúte
Jornalista e assessor de imprensa.

Crédito: Divulgacao/São Paulo

O torcedor do São Paulo teve um domingo para esquecer. Diante de 47 mil pessoas que comparecem ao estádio do Morumbi, o Tricolor foi massacrado pelo Flamengo por 4 a 0, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com apenas 4 minutos de partida, os donos da casa já haviam levado dois gols da equipe carioca.

Após a partida, a Dragões da Real, uma das principais torcidas organizadas do São Paulo, foi as redes sociais e, ao contrário de que muitos poderiam imaginar, o tom não foi de cobrança, terror ou algo do gênero. Temendo a queda para a segunda divisão, a uniformizada decidiu não ‘chutar o pau da barraca’ e vai seguir apoiando os atletas até o fim do Brasileirão.

“Muitos ( não tiro a razão ) vão torcer o nariz , mas está claro que se chutarmos o pau da barraca o time cai antes da última rodada. Se formos para o viés de foda-se e descarregar toda raiva pelo que estamos vivendo o time cai .
A contra gosto de muitos temos que abraçar o time ( sei que não é fácil pois geral está com raiva ) mas a única saída para esse time é apoio”, publicou.

“Temos que tirar o time dessa juntos e chegar em dezembro quando tudo tiver acabado ( se deus quiser com nós na primeira divisão ) mesmo assim cobrar e exigir mudanças no time (não em técnico por mais que faça cagada). Agora é a hora de juntar forças e qualquer atitude que não seja essa tenham certeza que a chance de merda será maior”, completou.

O São Paulo está em 15º lugar, com 38 pontos, e apenas a dois pontos do Juventude, primeiro time na zona de rebaixamento.

– Eu acho que de maneira geral quando chega numa situação dessas, toda e qualquer circunstância preocupa. Vamos trabalhar, montar um time analisando o Palmeiras, outros rivais, teremos uma semana, mais um jogo difícil. Sequência contra times de primeira parte de tabela. É um momento do campeonato onde a gente enfrenta quem está na frente e melhor do que nós – disse Rogério Ceni.

LEIA TAMBÉM:

As melhores notícias de esportes, direto para você