Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

São Paulo define prioridade no mercado da bola para 2022

São Paulo avalia possíveis perfis de reforços que carecem o plantel para 2022

Eder Bahúte
Jornalista e assessor de imprensa.

Crédito: Divulgacao/São Paulo

De forma discreta, o São Paulo já estaria discutindo internamente possíveis mudanças em seu elenco para a próxima temporada. Rogério Ceni, técnico da equipe paulista, tem a missão de detectar necessidades urgentes do plantel para mirar no mercado da bola.

A princípio, a prioridade no São Paulo é encontrar atacantes de lado de campo. Na filosofia de jogo que agrada Ceni, é fundamental ter pontas velozes que consigam atacar e recompor com o sistema defensivo. A informação é do jornalista Jorge Nicola.

Hoje, o ex-goleiro encontra muitas dificuldades em ter este perfil. Rojas, com vínculo até dezembro não ficará para 2022. Após duas graves lesões no joelho, o equatoriano já não possui a mesma explosão e agilidade de outrora. Além disso, acaba ocupando a vaga de um estrangeiro em competições nacionais.

Cenário parecido vive Galeano. Entregue ao departamento médico, o paraguaio está impossibilidade de ser utilizado e ficará sem contrato ao término deste ano. Para tê-lo de forma definitiva, o Tricolor precisaria desembolsar cerca de 1 milhão de dólares (R$ 5,4 milhões) ao Rubio Ñu (Paraguai). O clube tem a opção de dividir em duas parcelas.

Contudo, o São Paulo já explanou publicamente uma situação financeira extremamente delicada. A tendência é que a diretoria tente estender este empréstimo, como poderá ser feito também com Martín Benítez, que pertence ao Independiente, da Argentina.

Lista de reforço do São Paulo

Ainda de acordo com Nicola, Rogério Ceni já teria indicado alguns nomes para reforçar o São Paulo. Willian Arão e Diego Ribas do Flamengo, e David e Felipe Alves, do Fortaleza. O treinador negou.

– Com relação a Arão, Diego e Felipe Alves, são três ótimos profissionais com quem trabalhei, tenho no mais alto conceito e fariam bem para qualquer equipe no Brasil. Mas em momento algum foi solicitado para a direção. Eu sei o momento que o São Paulo atravessa, talvez o torcedor não saiba o momento, a verdade, o todo, o tamanho da situação em que nos encontramos.

LEIA TAMBÉM: