Torcedores – Notícias Esportivas

Caso racismo seja confirmado, Corinthians já sabe o que fazer com Rafael Ramos

O possível caso de racismo aconteceu no último sábado, na partida contra o Internacional

Jeferson Macedo
Colaborador do Torcedores.com.

O possível caso de racismo foi denunciado por Edenílson, do Internacional, o jogador afirma que Rafael Ramos o teria chamado de “macaco”. O jogador nega e diz que o meio-campista colorado entendeu errado a sua fala. O Corinthians acredita na versão do português. Mas, segundo o jornalista Vitor Guedes, do UOL Esporte, se confirmado racismo, o Corinthians vai rescindir contrato com o lateral.

“Eu tenho a informação interna de que se por acaso for comprovado o racismo, acabou, é rescisão e não joga, o Corinthians não passaria pano”, disse o comunicador.

Ainda de acordo com o jornalista, líderes negros e brancos do Corinthians ‘enquadraram’ o português para entender o caso. De acordo com os atletas, Rafael Ramos foi firme na resposta de afirmou não ter chamado Edenílson de ‘macaco’.

Ele foi bastante questionado pelos líderes do elenco, não só os negros, o Willian é um líder do elenco do Corinthians que posta em relação ao racismo, tem o Gil, tem outros negros, mas também os não negros, como Cássio. Foi muito questionado pelos jogadores o que ele falou e ele foi muito firme para o elenco, não titubeou, não gaguejou, se manteve firme na postura de ‘eu não vou pedir desculpas porque eu não chamei o rapaz de macaco’, o Edenilson no caso”, disse.

O Corinthians ainda mantém Rafael Ramos no elenco porque acredita na versão do atleta e, que o caso, não passou de um mal-entendido. Mas, o clube pretende ir a fundo para esclarecer o caso.

“A posição dos jogadores, dos líderes, e da diretoria como um todo foi de acreditar na versão do jogador e por isso ele está com o grupo e o Corinthians não vai tomar nenhuma medida enquanto não sair a apuração. Uma informação trazida ontem pela Luiza Oliveira no Bandsports é que o Corinthians vai pagar um perito paralelo, uma espécie de apuração paralela para ter a versão do clube”, disse.