Torcedores – Notícias Esportivas

Remo: empresário interessado em comprar SAF faz críticas e leva fora da torcida; veja repercussão

Leandro Rodrigues garantiu que o torcedor vai pagar mais barato nos ingressos a partir do momento em que o Remo se transformar em Sociedade Anônima do Futebol (SAF)

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 29 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017). Repórter no site Torcedores.com desde 2018.

Crédito: Divulgação/Remo

O Clube do Remo derrotou o Mirassol, neste domingo (15), por 3 a 1. Os gols do Leão foram marcados por Leonan, Daniel Felipe e Vanílson, enquanto que Everton Bala diminuiu para o time paulista.

Para assistir ao jogo da Série C no estádio Banpará Baenão, o torcedor teve que investir, pelo menos, R$ 40. Os demais setores (cadeira e lounge, respectivamente) custaram R$ 60 e R$ 80.

O preço mais barato do ingresso foi criticado por Leandro Rodrigues, cidadão que se apresenta como empresário interessado em comprar um percentual da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) azulina.

“Agora, seria o momento de valorizar ainda mais, os verdadeiros donos do Remo: a sua torcida! Não pode um ingresso de Série C custar 40 reais o mais barato”, twittou.

Leandro Rodrigues ainda garantiu que o ingresso será mais barato se o Remo decidir transformar-se em SAF.

“Se já houvesse a SAF, a torcida, verdadeira dona do clube, teria ingressos mais em conta. União é = Acesso!”, completou.

A opinião, contudo, repercutiu mal. Na web, vários internautas avaliaram que Rodrigues foi oportunista em proferir tal opinião.

Eles disseram que o empresário não está comprometido com o bem da instituição. Ainda pediram que o empresário deixe o clube em paz.

Empresário promete investimentos pesados

Leandro Rodrigues concedeu, nesta semana, uma entrevista para a rádio Super Marajoara. A conversa durou pouco mais de 30 minutos.

O investidor ofereceu investimento imediato de R$ 20 milhões para o Remo para subir de divisão.

Além disso, afirmou que não demitiria o treinador Paulo Bonamigo e que tem um projeto de construir uma arena fechada onde, atualmente, é localizado o estádio Banpará Baenão.

Remo debate SAF internamente

Ao contrário de vários clubes do futebol brasileiro, o Remo ainda não se transformou em Sociedade Anônima do Futebol (SAF). Entretanto, o assunto é discutido internamente.

Conselheiros já receberam especialistas para fazer palestras e compartilhar informações. Fato concreto é que o movimento da SAF cresceu em 2022.

Clubes importantes como Cruzeiro e Botafogo já se transformaram e, desde então, implantaram uma nova gestão em busca de obter melhores resultados esportivos.

Veja a repercussão a seguir: