Home Futebol Dunga aponta problema para Dorival Júnior na seleção e deixa aviso: “Não pode” 

Dunga aponta problema para Dorival Júnior na seleção e deixa aviso: “Não pode” 

Ex-comandante do Brasil alertou que o substituto de Fernando Diniz precisa de total apoio no cargo

Bruno Romão
Bruno Romão atua, como redator do Torcedores.com, na cobertura esportiva desde 2016. Com enfoque em futebol brasileiro, futebol internacional e mídia esportiva, acumula experiência em eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas. Possui diploma de bacharelado em Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba.
Dunga, ex-técnico da seleção brasileira

Dunga, técnico que acumula duas passagens pela seleção (Lucas Figueiredo/CBF)

Vivendo altos e baixos durante o período como técnico da seleção brasileira, Dunga aprovou a escolha da CBF em contratar Dorival Júnior. Em entrevista ao canal de Duda Garbi, no YouTube, o técnico da seleção na Copa de 2010 elogiou o histórico no futebol nacional, mas emitiu um alerta sobre um possível problema nos bastidores.

PUBLICIDADE

Como o diretor de seleções ainda não foi definido, Dunga avisou que Dorival Júnior não pode ser o responsável pela escolha. Isso porque o treinador precisa estar totalmente focado na equipe, motivo pelo qual a CBF precisa agir para realizar a contratação.

“Eu gostei. É um cara que tem feito bons trabalhos. Também fez um baita trabalho no Ceará. Agora, não adianta botar o Dorival e não dar apoio para ele. Tá uma confusão, tem 300 caras para ser diretor esportivo. Isso não é função dele. Ele escolheu o Taffarel e outro dia já estava lá”, disse.

PUBLICIDADE

“Todo mundo tem que jogar no mesmo time. Não pode criar um fato novo toda hora na seleção. Tem pouco tempo para treinar. ‘Ah, vamos criar um fato novo só para levar de boa esse mês’. Não vai dar. Todo mundo tem que apoiar o Dorival”, completou.

Na sequência, Dunga acredita que não é possível projetar o desempenho do Brasil na Copa do Mundo de 2026. Isso porque o sucesso em campo depende de uma série de fatores que só serão vistos no ano do Mundial.

“É muito cedo. O jogador tem que chegar sem lesão, em um bom momento, tem a estrutura que vai se botar na Copa do Mundo…”, afirmou.

Dunga deixa aviso sobre jovens do Brasil

Criticado por não convocar Neymar em 2010, Dunga enxerga que as decisões do treinador precisam ser respeitadas. Diante disso, ele não cobrou que nomes como Vitor Roque e Endrick sejam titulares absolutos na seleção.

PUBLICIDADE

“A gente não pode botar a responsabilidade nos moleques de uma hora pra outra. O Pelé foi com 18, mas é o Pelé. O Ronaldo foi, mas não jogou. Nós temos necessidade de fazer um ídolo novo e querem ser o pai da criança. Deixa o treinador (decidir), ele tá vendo”, avaliou.