Home Futebol André Hernan comenta se SPFC cogita demissão de Thiago Carpini

André Hernan comenta se SPFC cogita demissão de Thiago Carpini

Jornalista acredita em permanência do treinador muito contestado pelos torcedores do São Paulo após eliminação no Paulistão

Beatriz Ojeda
Ex-atleta, formada em Letras e apaixonada por esportes desde sempre. Colaboradora do Torcedores por ser o melhor lugar para aliar as duas grandes paixões.
Thiago Carpini

Thiago Carpini fala em entrevista coletiva (Divulgação/SPFC)

Contratado no início de 2024, Thiago Carpini recebeu o aval de Muricy Ramalho para assumir o SPFC após a saída de Dorival Júnior para a seleção brasileira. Apesar de quebrar o tabu em Itaquera e faturar o título da Supercopa do Brasil contra o Palmeiras, a eliminação precoce do último domingo (17) contra o Novorizontino no MorumBIS provocou indignação nas arquibancadas. Mesmo com o resultado frustrante, André Hernan acredita na continuidade do trabalho do treinador.

PUBLICIDADE

Thiago Carpini demitido do SPFC? André Hernan explica

Durante participação no programa De Primeira da UOL Esporte, o jornalista esportivo comentou a eliminação do São Paulo nas quartas de final do Campeonato Paulista. Na opinião de André Hernan, existem chances remotas para uma demissão do treinador: “A questão da diretoria em relação às críticas que vêm da arquibancada é muito de ter calma. Por quê? A escolha do Carpini foi uma escolha feita pela direção com aval de todos, inclusive do Muricy Ramalho”.

Segundo André Hernan, Muricy Ramalho foi fundamental para a contratação de Thiago Carpini após comparar o seu método de trabalho com o de Dorival Júnior, apesar de experiências diferentes. Logo, a diretoria estaria “bancando” a continuidade de um perfil de trabalho similar ao do treinador passado. O jornalista relembrou que, Pezzolano foi quase contratado e houve uma mudança com a diretoria apostando ao perfil do treinador atual.

PUBLICIDADE

O jornalista aponta que as chances de demissão de Carpini são baixas porque em “dois meses não dá para avaliar nada”. Além disso, a diretoria relembrou que a quebra do tabu em Itaquera e a vitória na Supercopa do Brasil dão créditos ao treinador nos bastidores. Por outro lado, em relação ao elenco, explicou: “Os jogadores estão todos, todos eles fechados com Carpini e a diretoria está bancando (…). A diretoria vai com Carpini na Libertadores, no início do Brasileirão e na Copa do Brasil”.