Home Futebol Casagrande ironiza SPFC por escolha de novo técnico: “Mundo gira”

Casagrande ironiza SPFC por escolha de novo técnico: “Mundo gira”

Treinador do São Paulo será o argentino Luis Zubeldía, que foi campeão da Copa Sul-Americana em 2023 com a LDU

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.
Luis Zubeldía, LDU

Luis Zubeldía em entrevista coletiva na LDU (Divulgação / LDU)

O comentarista Walter Casagrande Júnior lembrou, em sua coluna do UOL Esporte, que o São Paulo tinha Luis Zubeldía, ex-LDU, que deve ser anunciado pelo clube, como opção número um no início do ano, mas preferiu Thiago Carpini, agora demitido.

PUBLICIDADE

Casagrande ironizou e disse que “o mundo gira”, além de falar sobre o método utilizado pelo SPFC para buscar um técnico no começo de 2024.

“O mundo gira e muitas vezes nos leva de volta ao mesmo lugar. O São Paulo Futebol Clube, após um início de temporada turbulento e de levar ‘não’ de quatro técnicos portugueses, finalmente encontrou um novo treinador: Luís Zubeldía”, destacou Casagrande, que seguiu:

PUBLICIDADE

“A escolha, no entanto, reacende debates sobre tempo, entrevistas e convicção nas decisões da diretoria.”

Segundo o ex-jogador, Zubeldía recusou ser entrevistado quando foi procurado, mas agora, sem entrevista, foi o escolhido e deve ser anunciado, segundo informações de Mônica Bergamo, da Folha, e André Hernan, do UOL.

“Zubeldía, nome desejado desde o início, recusou uma entrevista no começo do ano. Agora, assume o comando com a missão de colocar a casa em ordem.”

Casagrande disse que faltou humildade para a diretoria do São Paulo

Para o ex-atacante, que jogou no São Paulo como profissional, a diretoria do Tricolor merece uma série de questionamentos por conta de sua escolha por Carpini e, quatro meses, depois, por sua escolha pelo treinador que poderia estar no clube desde janeiro.

PUBLICIDADE

“A escolha de Zubeldía levanta questionamentos. Por que a diretoria o procurou apenas agora? A soberba e a pretensão atrasaram em quatro meses a contratação do treinador”, criticou Walter Casagrande, que seguiu.

“Seria tudo diferente se ele tivesse chegado em janeiro? As dúvidas pairam no ar. A falta de humildade da diretoria fica evidente.”