Home Mercado da Bola John Textor aguarda Artur Jorge no Botafogo: “Espero que honre o contrato”

John Textor aguarda Artur Jorge no Botafogo: “Espero que honre o contrato”

Gestor do Glorioso revelou detalhes de diálogo com o treinador português

Bruno Bravo Duarte
Jornalista e editor com atuação nos portais Torcedores.com e Naspistas.com. Teve passagens por Euqueroinvestir.com, Jornal Povo, Niterói TV, Jornal A Orla e Jornal do Rock. Apaixonado por futebol e automobilismo, torcedor do América-RJ, tifosi de carteirinha e Youtuber nas horas vagas.
Artur Jorge

Artur Jorge está na mira do Botafogo (Maja Hitij/Getty Images)

Em busca de um novo técnico, o Botafogo pode estar próximo de oficializar a contratação de Artur Jorge, do Braga, de Portugal. O acionista da SAF do clube, John Textor, abordou o assunto em entrevista ao “Canal do Medeiros”, na segunda-feira (01).

PUBLICIDADE

Segundo o norte-americano, houve um diálogo com o treinador antes do jogo entre Braga e Portimonense, válido pelo Campeonato Português.

“Assinamos o acordo com o clube, tudo foi feito de forma amigável, eles receberão € 3 milhões, uma parte em dinheiro, outra em créditos para negociações futuras de jogadores. Ouvi todo esse barulho de Portugal, mas espero que honrem o contrato. Quando os clubes entram em acordo, está tudo assinado, é tudo o que sei”, revelou.

PUBLICIDADE

“Os acordos pelo pagamento, do Botafogo, com garantias da Eagle, é um acordo confidencial, mas está assinado. Os termos também estão acordados com o treinador, que está muito empolgado em vir. Pagamos muito dinheiro por esse acordo, tudo ocorreu de forma tranquila. Não sei porque há tanto barulho vindo de lá. Assinamos tudo, o treinador me falou antes do jogo que está vindo. Está assinado”, completou.

Textor demonstrou bom humor com a contratação

John Textor tem sido protagonista de algumas novelas no futebol brasileiro. Além de questionar o título do Palmeiras, o gestor destacou as incertezas relacionadas ao mercado da bola.

“O futebol é barulhento, é complicado. Não posso explicar alguns comportamentos que vêm de várias partes do mundo. Temos que ser honestos nas negociações. Às vezes se criam barulhos, novelas, mas é por isso que chamam de novelas, é divertido de vê-las”, concluiu.

PUBLICIDADE